segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Como se livrar de poeira e odores: algumas táticas úteis com ajuda do aspirador de pó industrial



Dicas para se livrar de poeiras e odores


Manter a casa livre de poeira pode parecer uma tarefa interminável. Mas não se preocupe, essa é uma batalha que você pode vencer. A poeira é composta por partículas de pele morta, pelos de animais, ácaros e pólen, entre outros. Por isso, não é de admirar que, quando o pó não é removido das superfícies, ela comece a ter mau cheiro e aparência desagradável. A remoção e a prevenção eficazes de poeira podem evitar problemas com odores indesejáveis e deixar sua casa saudável e à prova de alergias. Você precisa apenas do equipamento certo, produtos e de algumas estratégias para manter sua casa livre de poeira e de maus odores.

Como eliminar poeira e mau odor

O ideal é que você realize esse processo uma ou duas vezes por semana para garantir uma casa saudável e livre de agentes alergênicos. Além disso, esse processo também garante que sua casa tenha um cheirinho fresco e agradável. Comece sua rotina de limpeza do pó pelo alto do cômodo, nos lugares mais altos dos móveis, e vá descendo.
  • É mais fácil limpar prateleiras e superfícies rígidas com um pano úmido do que com um pano seco. O pano úmido vai remover a poeira em vez de espalhá-la. Você também pode conseguir bons resultados com um espanador de pó, pois a carga elétrica das plumas atrai a poeira sem dispersá-la pelo ambiente.
  • Para papéis de parede e pinturas, utilize uma esponja de borracha seca para remover o pó. Potentes removedores de pó e agentes suaves de limpeza também funcionam bem na remoção do pó de pinturas brilhantes e rodapés.
  • Para tapetes e carpetes, um aspirador de pó industrial pode ser sua arma mais eficaz no combate à poeira. Modelos com filtros do tipo Hepa são os mais eficientes para remover até as partículas mais minúsculas. Uma vez removida a poeira com um pano ou espanador, passe o aspirador de pó industrial para terminar de eliminar quaisquer resíduos e o cheiro de umidade.
  • Para cortinas e estofados, utilize o aspirador de pó industrial em potência baixa e passe uma escova.
  • Pisos duros ou de vinil devem ser limpos com um pano úmido, e não com uma vassoura. Isso impede que a poeira e a umidade excessiva voltem a aparecer imediatamente depois.
  • Para áreas de difícil acesso ou equipamentos como teclados de computador, utilize garrafas de ar comprimido para eliminar todo o pó que se acumula nas fendas.
  • Um limpador com perfume é perfeito para deixar os cômodos da sua casa com o odor de sua preferência − uma enorme variedade de aromas está disponível no mercado. Alternativamente, você pode adicionar algumas gotas de óleos essências − por exemplo, limão ou óleo de melaleuca − no pano úmido para limpar seus móveis.





Cleanipedia recomenda:


Livrar-se de odores sempre foi uma batalha, mas hoje em dia o trabalho pode ser feito de forma mais rápida e mais fácil. Aproveitando a gama de produtos de limpeza disponível no mercado, você pode deixar sua casa livre de poeira sempre.

Como evitar poeira e mau cheiro

A remoção regular do pó pode ajudar a combater o problema em sua casa. E há muitas maneiras para evitar que o pó e o mau cheiro voltem:
  • Abra as janelas sempre que possível. A pureza do ar é importante tanto para evitar o surgimento de pó como para a desodorização do ambiente. Em dias frios, abra as janelas por dez minutos para que o ar fresco entre.
  • Se possível, use um purificador de ar. O ideal é que haja um por cômodo para que o sistema seja eficaz.
  • Troque os filtros de sua ventilação, ar-condicionado ou sistema de aquecimento, já que eles podem acumular poeira e espalhá-la de volta ao ambiente.
  • Ao cozinhar, utilize um exaustor para redirecionar a gordura, a sujeira e os odores para fora da casa.
  • Lave seus tapetes regularmente para dar uma aparência de limpeza ou contrate um profissional para limpá-los a vapor, evitando o surgimento de odores.
  • Borrife desodorizador de tecidos em cortinas e estofados semanalmente para deixá-los com cheiro de limpos e frescos. Os tecidos que podem ser removidos devem ser lavados na máquina de lavar para eliminar o pó. Outra possibilidade é lavá-los a seco uma vez por ano.
  • Estofados e carpetes são um prato cheio para pó e mau cheiro. Por isso, você pode considerar substituir os estofados por modelos de couro, trocar o carpete por algum piso firme ou trocar as cortinas por persianas.
  • Troque sua roupa de cama uma vez por semana, sempre que possível. Para reduzir o risco de ácaros, utilize uma capa hipoalergênica de colchões.
  • Ponha o lixo para fora regularmente e não apenas quando os cestos estiverem cheios.



Ventilação do ambiente e eliminação de pó e odoresFonte://cleanipedia.com

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

tirarando pêlos de cães e gatos de roupas ,estofados e tapetes com ajuda do aspirador de pó industrial

Aspirador de pó industrial no combate a pelos de cães e gatos



Ter bichinhos em casa é uma delícia, mas muita gente se incomodam com os pêlos que eles deixam por aí. Aprenda aqui a resolver esse probleminha! Estofados Para remover pelos de cães e gatos dos estofados da casa ou do carro, use uma luva de borracha. Luvas com textura em relevo funcionam melhor. Vista a luva e molhe-a, tirando o excesso de água. Esfregue a mão sobre o tecido em pequenas passadas. Você vai ver que os pelos saem facilmente, inclusive nos cantinhos. Você também pode usar uma esponja umedecida. Esfregue a esponja num movimento de cima pra baixo nas poltronas, almofadas e bancos do carro. Escovinhas para tirar fiapos de roupas também podem funcionar. Outra solução são os rolos de papel adesivo, onde os pelos ficam colados. Um método similar é envolver sua mão com fita adesiva, com a cola voltada para fora. Pet shops vendem ferramentas específicas para retirar pelos de animais, incluindo ancinhos de borracha, esponjas e “ímãs” de pelos. rolo removedor de pelos Tapetes e carpetes Para remover pelos difíceis, podem ser usadas vassouras de borracha. As cerdas de borracha criam eletricidade estática e os pelos saem muito facilmente. Outra maneira é passar uma vassoura dura antes do aspirador de pó de pó industrial, para soltar os pelos. Se estiver com tempo, você pode retirar os pelos do tapete passando uma luva de borracha ou esponja úmida. Experimente também misturar um pouco de amaciante de roupas com água e pulverizar sobre o tapete com um spray, sem molhar muito. Depois de seco, passe o aspirador de pó industrial. Roupas Todas as formas descritas para retirar pelos de estofados podem ser usadas para removê-los das roupas. Outra dica útil é colocar a peça de roupa na secadora por 20 minutos. O filtro de bolinhas da máquina deve resolver o problema. Cães Você pode passar o aspirador no cachorro, de verdade! É ótimo para se livrar dos pelos antes de eles caírem. Prenda a parte com a escovinha no aspirador e massageie sobre seu cachorro. Eles podem ser acostumados desde pequenos ou depois de adultos. Aspiradores de pelos Alguns aspiradores de pó são especialmente feitos para remover pelos de animais, eles são mais caros e não são encontrados no Brasil, mas se você viaja bastante e pretende ter animais por muito tempo, pode ser um bom negócio adquirir um.aspirador de pelos Fonte://amigonoasecompra

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Alergia respiratória e aspirador de pó industrial

Dicas de como combater a alergia respiratória com ajuda do aspirador de pó industrial



A poeira de casa, formada por uma mistura de restos de alimentos, descamações de pele humana e de animais, seres vivos como os ácaros, fungos, etc e as substâncias inalantes são as principais causas de alergias respiratórias Para os que já possuem alguma tendência à alergia, sua casa requer alguns cuidados especiais. "As precauções devem ser tomadas desde o nascimento de uma criança, mesmo que ela ainda não tenha nenhuma doença alérgica", recomenda a Dra. Fátima Emerson, médica alergista da SBAI (Sociedade Brasileira de Alergia e Imunopatologia).
Segundo os dados da SBAI, é alarmante o número de pessoas alérgicas no mundo: cerca de 30% da população em geral sofre algum tipo de alergia.


PRINCIPAIS DOENÇAS ALÉRGICAS
  
ASMA: é uma doença acompanhada de inflamação alérgica das vias respiratórias. Pode surgir em qualquer idade e, ainda hoje, apesar dos avanços da medicina moderna provoca muito sofrimento. É também conhecida como bronquite alérgica ou como bronquite asmática.
Sintomas principais da asma:
1. Sensação de "aperto" ou opressão no peito ("peito preso"),
2. Falta de ar ou cansaço,
3. Chiados no peito,
4. Tosse, que pode acompanhar-se de eliminação de secreção (gosma branca).

RINITE: é a inflamação alérgica da mucosa do nariz que pode ocorrer de forma repetida A causa mais comum é a sensibilização aos alérgenos inalantes, em especial à poeira de casa e seus ácaros.
Os sintomas principais da Rinite Alérgica são:
1. Espirros repetidos,
2. Coriza líquida em geral abundante,
3. Coceira nasal insistente (ou coçam também os olhos, os ouvidos, céu da boca e garganta),
4. Mucosa nasal: congestionada, as narinas entopem.
5. Olhos: avermelhados, irritados, lacrimejando e coçando .
6. Sensação de escorrimento da secreção pela parte de trás do nariz, que pode provocar pigarro ou tosse insistente.
7. Alteração de olfato e do paladar, tosse crônica noturna, sinusite, amigdalites, faringites e otites repetidas.

O QUE FAZER?

É importante procurar um médico especialista que irá pesquisar as causas de alergia e recomendar os remédios mais adequados para controlar a doença. Um método valioso é a imunoterapia, ou seja, a atuação sobre o mecanismo alérgico através de vacinas. Entretanto, é fundamental tomar medidas que combatam a poeira e que são imprescindíveis para que se obtenha um bom resultado no tratamento das doenças alérgicas.


DESENCADEANTES DENTRO DE CASA
  
          É cada vez maior o número de pessoas que permanecem em casa com a família ou os amigos nos momentos de lazer. Para pessoas alérgicas, no entanto, a permanência dentro de casa pode aumentar a exposição aos desencadeantes e também os sintomas alérgicos.
Os alérgenos mais comuns dentro das moradias são: ácaros, baratas, fungos e alérgenos de animais. Aprender onde estes agentes podem ser encontrados e o que você pode fazer para eliminá-los ou reduzir sua potência pode ajudar a tornar a sua casa mais segura para pessoas alérgicas.

Ácaros

Em casa, a causa mais comum dos sintomas de alergia são as fezes de uma criatura microscópica chamada ácaro. Se você tem sintomas que incluem nariz entupido, coriza e espirros (principalmente de manhã), olhos lacrimejantes, coceira, tosse ou chiado no peito, é bem provável que existam muitos ácaros na sua casa.
Os ácaros da poeira proliferam em estofados onde se alimentam da descamação de pele humana e de alguns fungos do ambiente. Procure eliminar da sua casa móveis estofados, carpetes e qualquer móvel que possa abrigar poeira. Não se esqueça dos bichinhos de pelúcia de seus filhos.
Aspirar a poeira semanalmente com o aspirador pó industrial  pode ajudar a diminuir os alérgenos de ácaros dentro da sua casa. Se possível, use aspirador de pó industrial  equipado com filtro especial para ácaros (Filtro HEPA ) que tem demonstrado ser mais eficiente na remoção de partículas de alérgenos de polens, fungos, ácaros e resíduos de tabaco.
Ácaros alimentam-se basicamente de componentes da poeira doméstica, que consiste em descamação de pele humana, fungos, resíduos de alimentos e de insetos. Manter sua casa sem poeira ajuda a diminuir a população de ácaros. Veja outras dicas que podem ajudar:
- Ácaros adoram a umidade, por isso use um desumidificador de ar para controlar a umidade de sua casa, de preferência abaixo de 50%.    
- Procure substituir os móveis estofados por outros forrados com couro ou vinil.
- Piso de madeira ou cerâmica são mais indicados que carpete. Você pode manter os tapetes, mas só se forem constantemente aspirados e lavados em água quente.
- Muitas pessoas passam a maior parte do tempo no quarto, mais do que em qualquer outro ambiente da casa. Então garanta que cobertores, travesseiros, edredons e colchões sejam protegidos com capas antialérgicas. Lave com água quente toda roupa de cama a cada semana.
- Travesseiros e almofadas com penas ou algodão devem ser substituídos por outros com enchimento sintético (se não puder, proteja-os com capas antialérgicas).
- Passe aspirador de pó industrial semanalmente, se possível use filtro eficiente para reduzir ácaros que se acumulam em tapetes, cortinas e embaixo das camas. Você pode também usar sacos duplos em seu aspirador de pó industrial .

Alérgenos de barata

 

Baratas podem ser encontradas em qualquer lugar que o homem habite, o que pode ser uma má notícia para as pessoas que tem sensibilidade aos seus alérgenos.
Crianças que vivem em prédios com muitos habitantes e poucos cuidados de higiene apresentam risco aumentado de sofrer crises de asma, assim como outros sintomas alérgicos.
As baratas se alimentam das mesmas substâncias que os humanos. Portanto, evite alimentar-se no quarto, sala de estar ou em outros locais de reunião. Desta forma, você limitará a presença de alérgenos de barata aos locais onde alimentos são preparados e na sala de refeição. Mantenha estes locais tão limpos quanto possível.
Uma vez que as baratas proliferam em ambientes úmidos, atenção especial deve ser dirigida a locais em que pode haver acúmulo de água. Alguns prédios podem sofrer infestação por baratas. Procure avaliar este fato com seu médico e com os administradores do prédio ou autoridades sanitárias. A dedetização pode ser necessária.

Mofos

 

Mofo pode ser um problema sério para muitos alérgicos. Os pequenos esporos de fungos estão presentes no ar e podem causar sintomas alérgicos quando inalados por pessoas sensibilizadas. Esporos de fungos somente proliferam em locais com condições adequadas de umidade e nutrição.
Nas moradias, especial cuidado deve ser adotado em áreas que sejam habitualmente úmidas. Procurar estes locais na casa não é difícil. Banheiro, cozinha, área de serviço, paredes onde se encontram os encanamentos são locais comuns de crescimento de fungos. Verifique também em locais menos comuns. Atenção deve ser dada à cozinha, principalmente em locais que podem coletar e armazenar água, como abaixo da pia.

Animais

 

Talvez você fique surpreso ao descobrir que não é alérgico ao pêlo do seu cão ou gato. Na verdade, seus sintomas são provavelmente causados pelas proteínas existentes na saliva, na urina e nas partículas de pele do animal. Levadas pelo ar, essas minúsculas proteínas chegam ao seu nariz, seus olhos ou seus pulmões. Em contato com o seu corpo, essas proteínas causam sintomas que incluem:
- Espirros
- Coceira no nariz e coriza
- Olhos e gargantas inchados, irritados
- Coceira na pele
- Urticária
  Não ter animais em casa é a melhor maneira de evitar os sintomas. Se isso não for possível, há outros meios de limitar o contato com o animal que está causando suas alergias. Veja algumas sugestões que podem funcionar:
- Mantenha seu bichinho fora do quarto e de outros locais onde você passa muito tempo.
- Peça para uma pessoa não alérgica escovar seu animal fora de casa, isso vai remover pêlos soltos e alérgenos.
- Proteja edredons e almofadas com capas plásticas para prevenir que fiquem cobertas de alérgenos.
Passar aspirador de pó industrial  não é um modo eficiente para diminuir os alérgenos de animais, pois ele não limpa profundamente carpetes e tapetes. Na verdade, o aspirador de pó industrial  pode espalhar partículas de alérgenos pela casa e piorar a situação.
Os alérgenos de animais domésticos podem ficar retidos em tecidos, como a roupa de cama, estofados e tapetes por até 12 meses depois que o animal tenha saído de casa. Por isso, use capas em edredons e almofadas e troque carpetes por pisos frios ou assoalho de madeira.


 AMEAÇAS AO AR LIVRE

Pólens e fungos

Tanto polens quanto fungos estão presentes no ar que respiramos e ambos podem infernizar aqueles que sofrem de alergia.
Os polens são as células de reprodução masculinas das plantas, necessárias para a fertilização e são mais comuns durante a primavera e o outono.
Os fungos são microscópios organismos vivos que se reproduzem durante o ano todo. O número de fungos no ar é afetado por vento, chuva e temperatura.
Se os polens e os fungos desencadeiam os sintomas de sua alergia, o melhor é limitar o seu contato com essas substâncias quando sua concentração estiver mais alta.
Veja algumas sugestões que podem ajudá-lo a controlar os sintomas de alergia desencadeados por polens e fungos:
- Sempre tome seu remédio exatamente como o médico prescreveu.
- Os polens são liberados entre 5 e 10 horas da manhã, então é recomendável diminuir suas atividades fora de casa durante o início da manhã, principalmente em áreas muito ajardinadas.
- Mantenha as janelas fechadas durante a noite para evitar que polens e fungos entrem em casa. Ligar o ar condicionado também ajuda a circular, limpar e refrigerar o ar.
- Evite os locais abertos em dias com muito vento, quando o pólen e a poeira são soprados para todos os lados, e nos dias que os níveis de pólen e umidade estão muito altos.
- Lave suas roupas e roupas de cama em água quente e use a secadora (polens e fungos podem impregnar os tecidos pendurados em varal).
- Durante a época em que a concentração de pólen está muito alta, não freqüente parques e jardins.
- Ao cortar a grama, você espalha polens e fungos. Peça para uma pessoa não alérgica fazer isso para você e evite passar por locais com grama recém-cortada.
- Varrer folhas no jardim também espalha fungo, peça para uma pessoa não alérgica fazer isso por você.
- Mantenha fechadas as janelas do carro durante as viagens (se ficar muito quente, ligue o ar condicionado).
- A terra úmida dos vasos dentro de casa propicia o aparecimento de fungos, por isso, não regue demais as plantas e evite ter muitos vasos dentro de casa.
Fonte://site-sosalergia

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Aspirador de pó industriasl acabando com a sujeira

Veja as dicas de como acabar com a sujeira com ajuda do aspirador de pó industrial



Gente, escolher um aspirador de pó industrial  não é tão fácil, não é mesmo!? Com tantas opções fica difícil decidir por um modelo ideal. Se você está procurando um, vem coma Lu, que te dou todas as dicas!
A primeira etapa é imaginar como o aspirador de pó industrial será empregado. Olha só os três tipos principais, que merecem sua atenção:
Aspirador de pó industrial  de mão: super compacto, movido a bateria é recomendado para limpezas rápidas como os farelos de biscoito que seu filho deixou pelo sofá; o açúcar que sua mãe entornou na mesa ou mesmo para dar um trato no interior do seu carro após um dia na praia. Serve para limpezas pontuais e não deve ser utilizado na faxina da residência. Bom mesmo é ter um desses sempre a mão e um aspirador maior para a sujeira mais pesada. #ficaadica
Aspirador  de pó industrial com cinto: maior que o aspirador de mão, ele oferece mais potência e espaço no reservatório de pó. Além de contar com um cinto que facilita o deslocamento durante a sua utilização. Já gostei, hein!
Aspirador de pó industrial  com rodinhas: ideal para limpeza do dia a dia, é o tipo mais comum nas residências. Você sabe por quê? Gente, ele aspira em superfícies variadas, geralmente, dispõe de bocais diferentes e extensores. Arrasou! As rodinhas no aparelho facilitam o transporte e tornam a higienização bem mais prática.
Aspirador de pó industrial Flex?
Você sabia que os modelos mais modernos de aspirador de pó industrial   também são capazes de aspirar líquidos? Pois é, mais uma vantagem para quem gosta de ter o ambiente sempre em ordem. Derrubar o copo de suco, quebrar um vaso de plantas, chutar o balde acidentalmente durante a faxina, não serão mais episódios desastrosos. Basta acionar o aspirador de líquidos que tudo estará limpo rapidamente. Os aspiradores de pó industrial e  de líquidos também estão disponíveis em modelos de mão ou com rodinhas. Adooorei!
Onde utilizar?
Gente, o aspirador de pó industrial  é recomendado para limpeza de carpetes, pisos frios, laminados, estofados, cortinas e colchões. Os modelos mais modernos contam com acessórios que facilitam a higienização de lugares de difícil acesso com cantinhos ou embaixo de móveis.
Aprenda como usar
Antes de começar aspirar, você tem que estar atenta as instruções do fabricante. Então, leia o manual, hein!
Há bocais específicos para limpeza de cantos e frestas; estofados; carpetes, pisos frios e laminados e ainda bocal escova que facilita a limpeza de locais impregnados pela estagnação da poeira.
Para ampliar o alcance do aspirador, alguns modelos dispõem de cabos extensores, sendo assim torna mais fácil atingir locais escondidos e também contribui para sua postura, reduzindo o eterno abaixa e levanta comum na realização de atividades domésticas.
Como funciona?
Os aspiradores de pó industriais  possuem filtros para evitar que a poeira retorne ao ambiente ou se espalhe durante a limpeza. Por isso, seu uso é mais eficaz que o de vassouras. Quando um cômodo é varrido, parte daquela poeira é lançada no ar e, depois, se acomoda sobre os móveis. Então, mesmo depois que você limpe, às vezes ainda tem a sensação de pó acumulado.
Ao higienizar um ambiente com um aspirador de pó industrial  a sujeira fica no reservatório do aparelho e não se propaga no ar. Todos possuem um sistema de filtragem que armazena a poeira sem danificar o eletrodoméstico. Há modelos que contam com três níveis de filtragem.
No primeiro nível, objetos e partículas de sujeira são armazenados no saco coletor de pó. Em seguida, um filtro na entrada de ar do motor impede que pequenas partículas de poeira entrem em contato com as peças, o que poderia comprometer o funcionamento do motor. Por último, o terceiro filtro, assegura que o ar seja devolvido ao ambiente totalmente limpo. Entendeu?!
Como a poeira é armazenada num reservatório, e alguns modelos dispõem de saco coletor de papel que deve ser descartado junto com o lixo aspirado; outros têm saco de pano, lavável e reutilizável; e tem também aspiradores com reservatório permanente. Neste caso, a poeira aspirada é descartada diretamente na lixeira. Super prático, n~]ao acha?
Lembrando que a capacidade do reservatório varia entre 1,5, 1,7 e 3 litros. Alguns tem luz indicadora de coletor cheio, assim fica mais fácil saber a hora certa de esvaziar o reservatório. ;)
Outros detalhes
O comprimento do cabo elétrico também influência na praticidade do aparelho, nem sempre as tomadas estão onde é preciso. Existem modelos com cabos elétricos de 5 metros o que evita o liga e desliga do aspirador de pó industrial  para mudar de posição, tornado o trabalho mais ágil. Arrasou!
O acionamento por pedal é mais uma comodidade que facilita o uso do aspirador. Tem até modelos contam até com enrolamento de fio automático por pedal. Já gostei!
Facilidade no manuseio, rapidez na execução das tarefas e muito mais tempo livre para outras atividades.
Fonte://magazineluiza.com

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Limpeza de carpete utilizando o aspirador de pó industrial

Aspirador de pó industrial e carpetes


Limpeza de Carpetes:
Com o passar do tempo vemos as poeiras e ácaros que se acumulam nos carpetes utilizados dentro da nossa casa, nem sempre temos orientações de como fazer uma limpeza adequada e eficiente.
Pensando nisso, vamos mostrar algumas sugestões para ajudar a deixar seu carpete limpo, higiênico e com aspecto de novo com ajuda do aspirador d epó industrial.
Passo 1 : Dilua 3 tampas do produto LIMPA ESTOFADOS E CARPETE ZAP CLEAN em 1 Litro de água. (Dobre esta medida se a superfície estiver muito suja).
Passo 2 : Aplique a solução no carpete , utilizando uma escova indicada para o processo com cerdas macias , escovando com movimentos leves.
Passo 3 : Após aplicação , deixe secar naturalmente.
Passo 4: Ao final do processo de secagem , retire os resíduos com aspirador de pó  industrial
Os Carpetes precisam ser higienizados periodicamente, evitando que fiquem encardidos pelo acúmulo de pó e areia na trama. Isso acaba cortando as fibras no pisar, diminuindo assim sua vida útil.
Aspire a poeira, ácaros  e pelos de animais usando o aspirador d epó industrial
Fonte://portalsoin.com

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Sua casa é um ambiente propício para alergias? Faça o teste e descubra e utilize o aspirador de pó industrial



Se o seu ambiente é propício a alergias utiliza o aspirador de pó industrial



Troque de travesseiros: uma pesquisa realizada pela Unicamp em 2003 demonstrou que após seis ou oito anos de uso, 10% do peso de um travesseiro se deve à quantidade de ácaros e seus detritos
Eles estão em toda parte: no travesseiro, no colchão, na almofada do sofá, nas cortinas e até mesmo no armário. Apesar de serem tão pequenos que não é possível vê-los a olho nu, podem causar muito incômodo – especialmente para quem tem alergia respiratória ou rinite. Por isso é importante manter sua casa livre dos ácaros.

Existem mais de 30 mil espécies de ácaros, mas os que causam alergias são os domiciliares – ou seja, aqueles que moram dentro de nossas casas. "No Brasil, o principal alérgeno é o ácaro da poeira domiciliar, responsável por cerca de 80% das alergias respiratórias", aponta Fábio Morato Castro, professor de Imunologia Clínica e Alergia da USP (Universidade de São Paulo) e presidente da Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia (Asbai).

Poeira, escamas de pele e restos de comida são os alimentos preferidos desses ácaros. Eles também adoram ambientes quentes, úmidos e escuros. Por isso almofadas, travesseiros, mantas de lã, tapetes e animais de pelúcia são esconderijos perfeitos para o bichinho se abrigar e se reproduzir. No entanto, seu lugar preferido é o colchão.

O calor e a umidade de nosso corpo, a descamação natural da pele, lençóis e colchas que mantêm o escurinho e a umidade que se mantêm mesmo durante o dia propiciam as condições de que necessitam para se desenvolverem. "Os ácaros vivem no escuro e precisam de umidade, temperatura e substâncias orgânicas para se alimentarem", diz Castro.


Em geral, o ácaro fica retido entre as fibras do colchão, não em sua superfície. E um colchão pode abrigar mais de 200 mil ácaros e seus detritos (fezes e ácaros mortos) – número que aumenta de acordo com seu tempo de uso. Quando a pessoa se senta ou se deita na cama, é como se pulverizasse essas substâncias para o ar, que voltam a cair e são inaladas.

O mesmo acontece com o travesseiro: uma pesquisa realizada pela Unicamp em 2003 demonstrou que, após seis ou oito anos de uso, 10% do peso de um travesseiro se deve à quantidade de ácaros e seus detritos.

Alergia

"É importante ressaltar que a principal parte dos ácaros que causa alergia são suas fezes. Elas contêm enzimas digestivas que, quando inaladas, causam ataque à mucosa da pessoa", explica o médico alergista Celso Henrique de Oliveira, professor do Departamento de Parasitologia do Instituto de Biologia da Unicamp. Os restos dos ácaros mortos também são altamente alergênicos.

O contato com as fezes e os ácaros mortos faz com que muitas pessoas tenham reação alérgica. "Indivíduos alérgicos desenvolvem um tipo de defesa diferente a essas substâncias, o que causa as crises de alergia. Assim, alergia é uma resposta da defesa exagerada. O indivíduo alérgico teria, portanto, mais defesa e não uma defesa menor, como geralmente se pensa", diz Oliveira.

O resultado, quem é alérgico conhece bem: espirros, coceira nas mãos ou no rosto, nariz escorrendo ou entupido, sensação de peito fechado à noite e até mesmo asma. Além disso, os ácaros podem causar dermatites, faringite, rinite e até conjuntivite.

Guerra contra os ácaros

O ideal para se evitar uma crise alérgica provocada pelos ácaros é eliminar todos de sua casa. Mas isso não é nada fácil. "Isso é praticamente impossível. Mas dá para deixar essa infestação em um nível baixo o suficiente para a pessoa não ter mais crises de alergia", afirma Oliveira.

Para fazer isso, é preciso manter a casa sempre limpa. Na correria do dia a dia, é difícil conseguir tempo para fazer uma limpeza pesada que remova as sujeiras mais profundas. No entanto, para se livrar dos ácaros, é preciso realizar uma limpeza diária, mesmo que seja rápida, e uma mais pesada pelo menos uma vez por semana.

Além disso, é preciso deixar a casa bem arejada, para evitar a umidade que favorece a proliferação de ácaros e de outros microrganismos. "A ideia é o controle ambiental, com a limpeza frequente do ambiente. Nós vivemos cerca de 92% de nossas vidas dentro de um ambiente fechado, sendo 60% dentro de nossas casas", aponta Castro.

Além disso, é preciso cuidado especial com os lugares preferidos dos ácaros. Colchões, travesseiros e almofadas devem ter capas impermeáveis, para evitar que os ácaros penetrem em suas fibras. E também devem ser trocados periodicamente: "O travesseiro e o colchão não devem ter mais de cinco anos", recomenda Oliveira. "Essa é a melhor coisa a se fazer no dentro de casa para se evitar os ácaros da poeira domiciliar", enfatiza.

Sofás e poltronas também podem ser ótimos esconderijos para ácaros. Para evitar, opte por móveis lisos e de couro, que acumulam menos poeira e são mais fáceis de limpar. E eles devem ser higienizados periodicamente – o que pode ser feito com um aspirador de pó.

Aliás, prefira sempre utilizar o aspirador de pó industrial  à vassoura ou ao espanador, que apenas espalham a poeira. O aspirador  que possue filtro Hepa (High Efficiency Particulate Air) é o melhor, pois retém 99,9% das impurezas do ar e conseguem filtrar os ácaros com maior capacidade.

A cortina também pode acumular muita poeira, por isso deve ser lavada mensalmente. Quem não tem muito tempo, ou tem muita alergia, deve optar pelas persianas, mais fáceis de limpar. O mesmo acontece com os bichinhos de pelúcia (outro ótimo ambiente para os ácaros proliferarem). É preciso lavá-los e expô-los ao sol com frequência par evitar que acumulem ácaros.

As toalhas devem ser trocadas com frequência (ao menos uma vez por semana), lavadas e secas ao sol. Isso vale especialmente para as toalhas de rosto, que permanecem no banheiro por mais tempo.

Ventilador ou ar-condicionado?

O guarda-roupa é outro local que pode gerar um grande acúmulo de poeira e ácaros. Como o inverno na maior parte do Brasil não é rigoroso nem longo, roupas de frio e cobertores passam muito tempo dentro do armário, afastados de locais arejados, acumulando poeira, mofo e ácaros. Por isso é importante manter o guarda-roupa sempre bem arejado e organizado.

Se por um lado nosso inverno não é rigoroso, nosso verão costuma ser. Por isso é muito comum o uso de ventilador e ar-condicionado. Apesar do segundo ter sido considerado por muito tempo um dos grandes inimigos das alergias respiratórias, neste caso ele é melhor do que o ventilador. Isso porque o ventilador espalha mais poeira, enquanto o ar-condicionado resfria e desumidifica o ar, evitando os ácaros – que não gostam de ar seco e frio. O segredo é manter o aparelho sempre limpo.
Ampliar


Esclareça mitos comuns sobre a alergia15 fotos

12 / 15
Alergia não tem cura. VERDADE: embora a maioria delas seja controlável com tratamento médico e hábitos adequados. "Existem bons métodos de controle, ou seja, o paciente vai apresentar menos sintomas. Mas a partir do momento que ele parar de se tratar, a alergia pode voltar", explica o imunologista Eduardo Finger. 
Fonte://noticias.uol

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Higienizando os tapetes com auxílio do aspirador de pó industrial

Aspirador de Pó Industrial na Limpeza de Tapetes



3 Métodos:Mantendo o Seu Carpete LimpoRemovendo Odor do CarpeteLimpeza Profunda do Carpete
Carpetes tendem a atrair sujeira, manchas e pelos de animais, bem como mofo e bolor. Cuidar adequadamente do seu carpete evitará que ácaros, pulgas, percevejos e outros insetos se alojem nele. Leia este artigo sobre para obter informações sobre manutenção diária, a remoção de odor e técnicas de limpeza profunda

Método 1 de 3: Mantendo o Seu Carpete Limpo

  1. 1
    Use o aspirador de pó regularmente. Invista em um bom aspirador de pó que sugue a sujeira de dentro das fibras, especialmente se você tiver um carpete felpudo, ou animais de estimação em casa. Aspirar regularmente mantém a aparência e o odor do seu carpete fresco.
    1. 2
      Aspire várias vezes por semana. Se você tem animais de estimação, pode ser necessário fazer isso todos os dias.
      • Não apresse o processo de aspiração. Mesmo aspiradores de alta potência precisam de um tempo para sugar poeira, sujeira e resíduos de pele da base das fibras. Passe o aspirador sobre o carpete mais de uma vez para garantir uma boa limpeza.
    2. 3
      Proteja as áreas mais usadas. Se o seu carpete atinge sua porta da frente, a entrada da cozinha, ou outras áreas de sua casa que tendem a ter um tráfego mais intenso, considere proteger as áreas com passadeiras ou protetores de tapete de plástico. Dessa forma, você não vai se cansar limpando resíduos de sujeira e pedaços de grama com o aspirador de pó todos os dias. 

      • Protetores de plástico ou de acrílico têm a vantagem adicional de permitir que o carpete fique visível através do material transparente. Eles são uma forma discreta de proteção contra a sujeira.
      • Use as passadeiras nos corredores, que tendem a ter um tráfego de pessoas mais intenso.
      4
      Limpe derramamentos imediatamente. Deixar que derramamentos sejam absorvidos pelo carpete, ou secarem, torna a remoção dos mesmos muito mais difícil. Se puder limpar o líquido derramado logo após o acidente, você economizará muito tempo depois. 

      • Use um pano limpo ou papel toalha para absorver o derramamento; em seguida, despeje fermento em pó sobre a área e deixe descansar por 15 minutos. Quando o líquido secar completamente, use o aspirador de pó.
      • Se o líquido derramado for vinho ou outro líquido colorido, adicione um pouco de água gasosa, antes de polvilhar sobre o bicarbonato de sódio.
      5
      Conheça a técnica correta para a remoção de manchas mais antigas. Às vezes, é impossível limpar imediatamente uma certa mancha. Se você se deparar com uma mancha antiga de vinho ou café, não entre em pânico, muitos carpetes são pré-tratados com produtos químicos resistentes a manchas, portanto; elas não são, normalmente, difíceis de remover. Use um borrifador cheio de vinagre para pulverizar levemente a área; em seguida, limpe com um pano. Para as manchas mais profundas, sature a área com vinagre ou um produto para limpar carpetes, polvilhe bicarbonato de sódio, e aspire a área após o bicarbonato de sódio ter secado.
      • Não tente esfregar as manchas. Isto irá causar danos nas fibras e fazer com que a área pareça pior.
      • Não sature a área com muito vinagre, água ou qualquer outro líquido. Qualquer líquido que se infiltre tão profundamente nas fibras que fique impossível secar, poderia levar ao crescimento do mofo.
      • Carpetes mais leves podem ser eficazmente limpos com uma mistura de limão e sal. Faça um teste em uma área discreta para certificar-se de que a mistura não irá descolorar o material.
      •  

        Método 2 de 3: Removendo Odor do Carpete

        1. 1
          Aspire o tapete. Prepare-o para o tratamento de remoção de odor começando por aspirá-lo profundamente. Se tiver muita sujeira na superfície, varra primeiro com uma vassoura para levantar as fibras e soltar a sujeira. Em seguida, use o aspirador de pó.
        2. 2
          Faça uma mistura para remover o mau cheiro. Carpetes mais finos podem ser efetivamente limpos com produtos que você provavelmente já tem em seus armários. Misture os seguintes ingredientes em uma tigela que você não planeja usar novamente para cozinhar:
          • 1 xícara de bórax (disponível em lojas de ferragens)
          • 2 xícaras de fubá
          • 1/2 xícara de bicarbonato de sódio

    1. 3
      Trate áreas manchadas ou com mau cheiro usando vinagre e água. Encha um frasco vaporizador com uma solução de 50% de vinagre e 50% de água e pulverize sobre as áreas que precisam de mais ajuda. Cuidado para não encharcá-las completamente com o líquido, já que você não quer que a umidade retida crie mofo.
    2. 4
      Polvilhe a mistura de fubá e bórax sobre o tapete. Espalhe uniformemente, focando-se nas áreas que tendem a ficar mais suja ou que cheiram mais. Retire-se do local e deixe a mistura agir durante uma hora.
      • Mantenha as crianças e animais de estimação fora do local enquanto a mistura se assenta no tapete.
      • Não use mais do que o seu aspirador de pó pode sugar. Uma camada leve da mistura deve ser suficiente para remover os odores e manchas leves.

        Método 3 de 3: Limpeza Profunda do Carpete

        1. 1
          Compre ou alugue uma máquina de limpeza de carpetes. As manchas mais profundas e os odores mais difíceis podem ser removidos com um aparelho que utiliza água quente e um produto de limpeza químico para lavar as fibras do seu carpete.
          • Máquinas de limpeza de carpetes podem ser alugadas em lojas especializadas ou em locadoras de equipamentos de limpeza.
          • O aluguel inclui a solução de tratamento de remoção de mancha. É importante saber que tipo de carpete você tem antes de alugar uma máquina, para certificar-se de usar a solução de limpeza adequada.
          • Você também pode querer contratar um profissional para ir a sua casa e fazer este tipo de serviço.
        2. 2
          Aspire o carpete. Certifique-se de que ele esteja completamente livre de toda a 

          1. poeira e sujeira solta antes de iniciar o tratamento de limpeza profunda. Varra as partes mais sujas para levantar partículas de sujeira antes de usar o aspirador.
          2. 3
            Faça um pré-tratamento das áreas manchadas. A maioria das máquinas de limpeza vem equipada com uma solução para ser usada antes da limpeza profunda. Se esta solução não estiver disponível, pulverize as áreas manchadas com vinagre.
          3. 4
            Adicione a água e uma solução de limpeza. Siga as instruções que acompanham o aparelho para adicionar as quantidades adequadas de água quente  e produto de limpeza.
            • Em alguns casos, a água e uma solução são colocadas em dispensadores separados; como indicado, remova os dispensadores e encha-os com água ou produtos de limpeza.
            • Certifique-se que os dispensadores estejam devidamente instalados na máquina antes de prosseguir. 
            • 5
              Ligue o aparelho e inicie o trabalho. Passe a máquina lentamente sobre o carpete, certificando-se de cobrir cada centímetro. Você pode passar duas vezes pela mesma área para ter certeza de não pular nenhum ponto. Em alguns modelos, você verá respingos de água suja em um receptáculo quando a máquina funciona corretamente.
              • Se a água e/ou produtor acabar, desligue e desconecte o aparelho. Descarte o líquido sujo, lavar os tanques, e encha-os novamente com água e produto limpos.
              • O líquido sujo pode ser despejado no vaso sanitário.Fonte://wikihow