terça-feira, 20 de setembro de 2016

Aspirador de Pó Industrial e pulgas

Como combater as pulgas com o auxílio do aspirador de pó Industrial

 


Com o aspirador de pó industrial faça a aspiração da casa e dos animais
As picadas de pulgas causam irritação e desconforto, podendo ocorrer forte reação alérgica em indivíduos mais sensíveis. Os animais com pulgas ficam irritados, se mordem, arranham a pele, arrancando pêlos e causando lesões na pele, predispondo à infecções cutâneas.
Cada sucção da pulga dura em torno de 15 min. Nesse momento ela é capturada facilmente. Ela se alimenta 1 vez ao dia.
Tanto os machos como as fêmeas necessitam sugar o sangue do hospedeiro. O sangue é essencial para a maturação dos ovos. Uma fêmea chega a colocar 20 a 28 ovos por dia, isso significa mais de uma centena de ovos durante a vida de cada fêmea. Esses ovos caem no solo do ambiente aonde o hospedeiro vive, como fendas no assoalho, tapetes e outros locais. A incubação do ovo até a forma de larva, pode variar de 9 até cerca de 200 dias. O período de incubação desses ovos depende de diversos fatores como: espécie da pulga, temperatura, umidade do ambiente, etc. O alimento da larva consiste em substâncias orgânicas secas e fezes das pulgas adultas.
Após o estágio de larva, segue o estágio pupal. A pupa se desenvolve dentro do seu casulo. O período pupal também é influenciado pela temperatura ambiente. Quanto mais quente, mais rápido ela se desenvolve até chegar na forma adulta.
Em geral, o desenvolvimento completo da pulga, de ovo até adulta gira em torno de 1 mês no verão. No inverno o ciclo pode levar meses.
Temperaturas altas e secas encurtam o período de vida das pulgas. O tempo de vida de uma pulga adulta é de cerca de 6 semanas, mas podem viver por até 1 ano sob certas circunstâncias.
Estima-se que para cada pulga encontrada no animal, existam 10 se desenvolvendo no ambiente em que o animal vive.
As pulgas adultas passam a maior parte do seu tempo no animal. Só em casos de super infestação elas começam a procurar outros hospedeiros, como o homem.

Principais pulgas de interesse médico e veterinário no Brasil

Pulex irritans
Pulga do homem. Pode sugar outros hospedeiros. Pode servir de hospedeiro intermediário para Dipylidium caninum.

Xenopsylla cheopis
Pulga dos ratos domiciliares. Transmissora da Peste Bubônica. Hospedeiro intermediário de Hymenolepis diminuta e Trypanossoma lewisi.

Ctenocephalides canis
Pulga de cães e gatos no Brasil. Pode picar outras espécies. Hospedeiro intermediário de Dipylidium caninum e Dipetalonema reconditum.

Ctenocephalides felis
Semelhante a C. canis, pica os mesmos hospedeiros, mas é mais comum nos climas quentes. Hospedeiro intermediário dos mesmos parasitas.

Formas de controle

Para um combate eficiente precisamos levar em conta o tipo de ciclo de vida da pulga. Como ela tem um estágio de amadurecimento no ambiente, é necessário tratarmos o ambiente e também o animal. As formas jovens da pulga são muito pequenas, portanto mesmo que não as vejamos dentro da nossa casa, é preciso tratar a casa também, justamente nos locais onde o animal passa mais tempo.

Atualmente já existe no mercado medicamentos que podemos usar uma vez ao mês. Alguns atingem somente as formas jovens da pulga (Program) outros somente a pulga adulta (Advantage, Frontline)

Advantage: Produto da Bayer, atua no sistema nervoso da pulga. É um líquido que se aplica na pele do animal. Mata pelo contato, já que não é absorvido pelo organismo do animal. É repelente e inseticida. É solúvel em água, portanto sai no banho.

Frontline: Semelhante ao Advantage, mas não é solúvel em água. Pode ser usado em filhotes com mais de 8 semanas, cães e gatos. Também só mata a forma adulta da pulga.

Program: É um anticoncepcional para pulgas, a base de lufenuron que ataca as pulgas no seu estágio jovem, impedindo o seu desenvolvimento e amadurecimento. O Lufenuron é um inibidor da quitina, substância formadora do corpo e ovos dos insetos. Não faz mal aos animais, porque não é absorvido pelo seu organismo e também porque mamíferos não utilizam quitina. Como não é um inseticida não expõe os animais e a família a um produto perigoso.
Toda vez que a pulga picar o animal, irá ingerir sangue com a droga e esta irá afetar os seus ovos, tornando-os estéreis. Como esses ovos não irão incubar, o ciclo de vida da pulga é quebrado, protegendo o animal e a casa de reinfestações.
Se a casa já tiver pulgas quando começar o tratamento com Program, as larvas e ovos, que foram postos pelas pulgas antes delas ingerirem o anticoncepcional, ainda irão vingar e gerar novas pulgas. Essas irão se desenvolver em adultas por 30 a 60 dias, dependendo das condições ambientais, portanto pode demorar algumas semanas para se sentir realmente o efeito do Program. Mas quando estas últimas morrerem, não haverá mais pulgas.
Em casos graves de infestação ou em animais alérgicos à pulgas, é melhor usá-lo em conjunto com outro produto que também mate a pulga adulta.
O uso combinado do Program com o Advantage ou Frontline, torna desnecessário o uso de inseticidas no ambiente, já que o Program previne o aparecimento de formas jovens de pulgas no ambiente, por ser um anticoncepcional para pulgas.
Não devemos esquecer de métodos naturais para repelir pulgas do ambiente, como Erva de Santa Maria, folhas de Eucalipto e Arruda.
Quando se faz uso de aspirador de pó Industrial na limpeza, este necessita também de cuidados, já que irá aspirar ovos e formas jovens de pulgas, que poderão se desenvolver dentro dele e continuar a infestar o ambiente. Troque sempre ou lave bem o filtro do seu aspirador  de pó industrial a cada uso.

Doenças causadas pelas pulgas
Dermatite alérgica à picada de pulgas
É uma das alergias mais comuns nos cães e gatos. É um problema que pode ser transmitido dos pais para os descendentes. A saliva da pulga causa uma forte reação alérgica no animal desencadeando um prurido (coceira) muito intenso. Queda de pêlos, feridas, descamação e mal cheiro são sinais clínicos freqüentes. Pode se desenvolver uma infecção na pele (piodermite). O tratamento é feito com antialérgicos, antibióticos (em muitos casos) e cicatrizantes. Como em qualquer outra alergia, não existe cura, apenas o controle. Os animais que desenvolvem a dermatite alérgica apresentam os sinais mesmo com pequenas infestações por pulgas, assim, o combate ao parasita tem que ser intenso e é o único meio de se controlar a doença.

Verminoses
A pulga pode transmitir vermes ao cão ou gato. O mais comum é o Dipylidium caninum que causa diarréia com muco e sangue. Os vermes tem aspecto de grãos de arroz quando encontrados mortos nas fezes ou pêlos, próximos à região do ânus do animal. Em grandes quantidades, o verme pode causar ataques convulsivos uma vez que secreta uma toxina que age sobre o sistema nervoso. Todo o animal que teve uma infestação por pulgas deve ser vermifugado.

Anemia
A
pulga se alimenta de sangue, assim, se o animal tiver uma grande infestação por um tempo prolongado, ele poderá apresentar um quadro anêmico. Animais jovens ou idosos são mais susceptíveis. A anemia tornará o cão letárgico e inapetente. De nada adianta tratar a anemia se o animal continuar infestado pelas pulgas.

Stress
Os animais podem ficar mais irritados e, às vezes, agressivos quando infestados por pulgas. A coçeira intensa pode fazer com que o animal pare de se alimentar e perca pêso. Animais cardíacos ou com alterações na coluna (calcificações ou "bico de papagaio") podem ter o problema agravado pelo esforço constante em se coçar, chegando a ficar exaustos e ofegantes.

Transmissão de vírus
Acredita-se que as pulgas podem transmitir vírus de um animal doente para outro sadio. Dependendo da carga (quantidade) de vírus que a pulga "carregue" e a capacidade infectante dos mesmos, o animal poderá desenvolver a virose.

 Fonte://becodosgatos.com

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Aspirador de Pó Industrial acabando com as formigas

Matar formigas doceiras com ajuda do aspirador de pó


As formigas-doceiras são extremamente comuns e excepcionalmente destrutivas. Se não for notada, uma infestação desta praga pode se espalhar rapidamente. Por esta razão, identificar e exterminar estas formigas o mais cedo possível pode ajudar a prevenir sérios problemas estruturais, cujo reparo pode ser bem caro. Veja o passo 1 abaixo para começar a acabar com infestações antes que elas saiam do controle.

Parte 1 de 3: Detectando uma infestação

    1. 1
      Aprenda a identificar formigas-doceiras. Elas pertencem ao gênero Camponotus, que possui mais de 1000 espécies.[1] Elas estão presentes em todos os continentes, menos na Antártida e cada espécie possui características diferentes. Porém, há certos traços em comum ao gênero que são úteis para saber se as formigas na sua casa são as doceiras ou outra variedade. Alguns destes traços são:[2]
      • Cor: geralmente são vermelhas, pretas ou em um tom intermediário
      • Formato: Segmentadas, com abdômen oval e tórax quadrado e fino. A parte de cima do tórax da formiga-doceira geralmente tem uma curva leve e uniforme, e não desigual ou saliente
      • Tamanho: Aproximadamente, de 1 a 1,25 cm, dependendo da casta.
      • Antenas: Sim
      • Asas: Normalmente, formigas operárias não têm asas. Porém, machos raramente as têm.
      Anúncio

    2. Kill Carpenter Ants Step 2 Version 2.jpg
      2
      Saiba onde formigas-doceiras vivem. Formigas-doceiras podem (e vão) fazer uma panela dentro ou fora de qualquer estrutura, mas casas de madeira oferecem um risco maior, pois elas gostam de cavar túneis minúsculos na madeira. Ao contrário de cupins, elas não comem madeira – apenas fazem túneis para criar um formigueiro.[3] A madeira úmida é mais fácil de perfurar do que a seca, por isso, elas serão encontradas geralmente perto de uma fonte de umidade, como uma pia ou banheira vazando.
      • Às vezes, as formigas-doceiras constroem ligações entre uma ou mais colônias “fora” de uma estrutura e se movem entre tais colônias e seus abrigos internos, entrando na estrutura por meio de pequenos buracos ou trincos. Nestes casos, as colônias externas geralmente ficam em tocos de árvores, lenhas ou pilhas de madeira e em outras fontes de madeira úmida. Sempre dá pra localizar trilhas de formigas-doceiras de manhã cedo e quando começa a anoitecer, quando elas procuram alimentos.
      • Quando elas cavam túneis, deixam uma excreção que parece raspas minúsculas de madeira ou serragem no caminho. Nesta excreção, geralmente há insetos mortos. Esta pode ser uma dica para localizar o formigueiro. Se achar montinhos desta substância dentro ou fora de casa, inspecione a madeira ao redor procurando buracos – se usar uma chave de fenda fina no local suspeito, pode achar pontos ocos.[4]
    3. Kill Carpenter Ants Step 3 Version 2.jpg
      3
      Saiba onde procurar atividade desta formiga. Embora elas prefiram ficar na madeira, se houver uma colônia dentro da parede da sua casa, pode ser bem difícil encontrá-la. Se tiver esta suspeita, uma boa ideia é procurá-las em lugares de fácil acesso onde tem chances de achá-las. Alguns lugares comuns dentro de uma casa são mais propícios à atividade destas formigas, principalmente se estes locais forem úmidos e/ou tiverem acesso à comida. Procure formigas-doceiras em:
      • Carpetes – veja ao redor de portas, lareiras e outros locais com acesso ao exterior.
      • Pátios e alicerces
      • Locais com vegetação – as formigas adoram fazer colônias e trilhas em lugares escondidos por trás da vegetação, tocos de árvores, galhos em terraços etc. Olhe por trás das plantas. Se vir uma trilha, tente segui-la até o formigueiro.
        • O húmus e montes de folhas podem abrigar diversos tipos de formigas além da doceira, como a Tetramorium caespitum, Formiga-lava-pés e Formiga-argentina. Passe um rastelo pelo húmus para ver se há formigueiros.
      • Pisos – plantas em vasos, pilhas de composto ou outro item que tenha contato com o chão podem ter estas formigas.

    Parte 2 de 3: Exterminando formigas-doceiras

    1. Kill Carpenter Ants Step 4 Version 2.jpg
      1
      Tenha cuidado ao lidar com formigas-doceiras. Embora ninguém vá fazer isso, vale a pena mencionar: não mexa diretamente no formigueiro. Elas não são particularmente agressivas e geralmente não picam humanos. Porém, quando são irritadas ou ameaçadas, elas podem dar picadas dolorosas. Elas também são conhecidas por esguichar ácido fórmico nas picadas, aumentando a dor. Tomar picadas de formigas-doceiras não é o fim do mundo, mas é possível evitar a dor desnecessária não mexendo no formigueiro ou nas formigas diretamente, a não ser que seja absolutamente necessário e, neste caso, deve-se usar luvas e mangas compridas.
    2. Kill Carpenter Ants Step 5 Version 3.jpg
      2
      Localize a(s) colônia(s). O primeiro passo para exterminar uma colônia é encontrá-la. Para definir a sua localização dentro de casa, procure formigas, pequenos buracos e montes de excreção nos locais citados na primeira parte, prestando bastante atenção a regiões que possam conter madeira úmida. É possível ver se há infestações na madeira dando tapas firmes na sua superfície. Se houver muitos túneis, a madeira vai ter um som oco e parecer mais fina. Dar tapas também agita as formigas, fazendo com que elas saiam e possam ser vistas por você com mais facilidade.
      • Não se esqueça de que colônias mais antigas podem ter colônias menores por perto, que também devem ser localizadas para que todas as formigas sejam exterminadas.
    3. Kill Carpenter Ants Step 6 Version 3.jpg
      3
      Destrua ou remova a colônia. No caso das menores, ou das que possuem fácil acesso, é impossível se livrar apenas da colônia. Se ela estiver para fora, basta se livrar da madeira afetada com cuidado, usando materiais impenetráveis como lona encerada para se proteger das formigas enquanto lida com a madeira. Se a colônia for dentro de casa, alguns sites de controles de pragas recomendam o use de aspirador de pó para desfazer o formigueiro e sugar as formigas.[5]
      • Se usar o método do aspirador, não se esqueça de vedar e depois jogar fora o saco para impedir que as formigas sobreviventes escapem.
      • Se encontrar uma colônia que perfurou uma extensão muito grande de madeira na sua parede, não corte a madeira – assim, há riscos de comprometer a estrutura da casa. Ao invés disso, chame um profissional
    4. Kill Carpenter Ants Step 7 Version 2.jpg
      4
      Use iscas para colônias que não pode alcançar diretamente. Nem sempre dá pra achar formigueiros. Porém, se puder encontrar um bom número de formigas, colocar inseticidas em suas trilhas pode ajudar a controlar e eliminar a colônia. Há várias iscas, armadilhas e outros produtos para matar formigas à venda – vá a lojas de ferragens para ver as opções disponíveis para você.
      • Tenha muito cuidado ao usar iscas de veneno em uma casa com crianças pequenas. Certifique-se de que a criança não irá comer o veneno ou, se ela for muito nova para entender, fique sempre por perto.
    5. Kill Carpenter Ants Step 8 Version 2.jpg
      5
      Entre em contato com um profissional. Se não conseguir localizar e eliminar a colônia rapidamente e não obtiver sucesso com o veneno, é melhor chamar um profissional. Ele terá acesso a inseticidas e outras ferramentas que não estão disponíveis para o público geral, mas, principalmente, terá treinamento e experiência para localizar e avaliar a infestação com muito mais inteligência.
      • Lembre-se de que certos métodos utilizados por profissionais podem exigir a saída da casa por um ou dois dias.
      • Não demore para entrar em contato – quanto mais esperar para lidar com uma infestação, mais a colônia pode crescer e maior pode ser o dano causado à estrutura de madeira.

    Parte 3 de 3: Prevenindo infestações

    1. Kill Carpenter Ants Step 9.jpg
      1
      Elimine fontes de umidade. A umidade é um fator determinante para a infestação de formigas-doceiras. Geralmente, uma parte da madeira se torna suscetível depois de ser exposta à água. Ao consertar e vedar vazamentos, irá dificultar a criação de formigueiros. Abaixo há algumas sugestões para eliminar a umidade que pode contribuir com este problema:[6]
      • Veja se há problemas de vedação ao redor de janelas
      • Veja o telhado e as paredes possuem vazamentos
      • Procure e conserte vazamentos
      • Limpe calhas entupidas para dar o escoamento certo à água
    2. Kill Carpenter Ants Step 10.jpg
      2
      Vede buracos, trincos e fendas. Se as formigas não conseguirem mais entrar e sair de sua casa, qualquer colônia interna que seja alimentada por colônias externas maiores vai ficar isolada e morrer. Inspecione a parte de fora da sua casa para ver se há rachaduras, buracos e outros espaços pequenos que permitam a passagem de formigas – presta muita atenção às regiões próximas ao chão. Vede todos os buracos que achar com vedante ou maça de vidraceiro.
      • Além disso, veja os locais onde fios elétricos e encanamentos entram na sua casa, pois são muito vulneráveis à infestação.[7]
    3. Kill Carpenter Ants Step 11.jpg
      3
      Elimine materiais de madeira ao redor da sua casa. As formigas-doceiras adoram se abrigar na madeira, tanto interna quanto externa, então, ao eliminá-las do seu quintal ou arredores, manterá os insetos afastados. Inspecione com cuidado todas as fontes de madeira perto de sua casa – se estiverem infestadas, mova-as com cuidado ou jogue-as fora. Olhe com atenção os seguintes lugares:[8]
      • Tocos de árvore
      • Pilhas de lenha
      • Árvores velhas, principalmente se os galhos tocam a sua casa
      • Pilhas de lixo no quintal
    4. Kill Carpenter Ants Step 12.jpg
      4
      Considere a instalação de uma barreira artificial. Se estas formigas forem um problema recorrente, você pode pensar em colocar uma pequena faixa de cascalho e pedras ao redor de sua casa. Esta “barreira” é bastante inóspita para formigas-doceiras e pode desencorajá-las a tentar entrar na sua casa pelos buracos perto do alicerce. Fale com um empreiteiro para discutir se este projeto é prático e se pode bancá-lo, ou, se você tiver este talento, faça por conta.
      Anúncio
      Use iscas de veneno e formicidas sempre que possível. Se o veneno imitar a melada produzida por pulgões, vai obter um controle a longo prazo, pois as formigas-doceiras se alimentam de pulgões e irão adorar.Formigas-doceiras são muito ativas à noite. Pegue uma lanterna e saia. Procure trilhas de formigas-doceiras em árvores, madeira e outros locais possíveis. Também é possível segui-las até o formigueiro.

      Avisos:
      Não use sprays ou pós venenosos ao usar iscas. Isso só irá matá-las e você está tentando fazê-las comer a isca. Além disso, eles contaminam a isca.
    Fonte://wikihow

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Como limpar o tapeste utilizando o aspirador de pó industrial


Dicas de como limpar os tapetes com o aspirador de pó industrial



Você sabe qual a melhor forma de limpar um tapete? Para Marcelo Magela, gerente de tapetes da Lider Interiores, a lavagem correta de carpetes e tapetes é um dos fatores mais importantes para prolongar a vida útil das peças. Ele explica que a limpeza deve ser diária e sem uso de vassouras de piaçaba “elas podem abrir a ponta dos fios, diminuindo a durabilidade e afetando a aparência do tapete”, afirma. Além disso, para preservar a cor dos tapetes coloridos, é importante tomar alguns cuidados, como não usar sabão e produtos químicos pesados. “Nesses casos, se possível lavar a seco e deixar secando à sombra”. A dica do profissional para conferir se o tapete já está seco, é olhar na base e não nos fios da peça.
Mas afinal, como é a lavagem correta? Confira o passo a passo:
1. Passe aspirador de pó industril  diariamente para retirar a poeira, areia e terra. A gordura e o pó tendem a deformar a trama.
2. Se cair um líquido, absorva o que for possível com uma esponja ou com uma pano (sem esfregar) de fora para dentro. Se cair algo sólido, use uma colher ou a face lisa de uma faca para retirar o que puder. Complete a limpeza com um pano limpo, um pouco de água e algumas gotas de detergente neutro (para roupa fina). Repita este procedimento várias vezes, sempre de fora para dentro, e trocando várias vezes o pano sujo por um limpo.
3. As manchas devem ser retiradas na hora em que ocorreram, pois sairão com mais facilidade. Após os procedimentos iniciais de limpeza, assim que a mancha desaparecer, passe uma esponja ou um pano com água e depois enxugue com um pano seco ou um secador de cabelos, em temperatura média. Quando estiver seco, escove suavemente os pêlos da área tratada, para recolóca-los na posição original. Obs.: se o tapete estiver sujo, o idela é lavar a peça toda, do contrário, a parte recem lavada ganhará destaque.
4. Você pode optar pelos produtos de limpeza a seco, ideais para eliminar manchas recentes. Eles são eficazes contra gordura, óleo, manteiga e molhos sem corantes. Para obter bons resultados, aplique-os até três horas após a produção da mancha. Espere algumas horas e escove o tapete.
5. Os produtos líquidos para limpeza de tapetes devem ser usados com uma esponja absorvente. Eles são indicados para manchas mais antigas ou difíceis de eliminar.
6. Outra opção é fazer um tratamento suave, aplicando com uma esponja um sabão neutro com algumas gotas de amoníaco. Depois escove e passe o aspirador de pó industrial dos dois lados do tapete.
Para finalizar, Marcelo Magela faz uma ressalva: mesmo que o tapete não esteja sujo, numa faxina, retire o tapete e deixe por algumas horas ao ar livre, o tapete e o piso onde ele estava precisa respirar.
Fonte://liderinteriores.com

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

O Aspirador de pó Industrial Cuidando de Carpetes - Dicas Cuidando do seu Carpete


O aspirador de pó industrial cuidando de seu carpete


 Independentemente do tipo de revestimento utilizado (cerâmica, madeira, carpete, etc), o piso está sujeito a vários tipos de sujidades. Por isso, é fundamental limpá-lo regularmente de modo a evitar que as sujeiras se espalhem prejudicando sua aparência e durabilidade, bem como o bem-estar das pessoas que freqüentam o ambiente, visto que um dos principais causadores de alergia é o pó. A principal vantagem do carpete é que, conforme o pó vai assentando, ele fica retido entre suas fibras. Desta forma, em ambientes acarpetados, a quantidade de pó suspenso no ar é consideravelmente menor em comparação com os demais tipos de revestimentos, proporcionando um ambiente mais saudável, já que o pó age como portador de micróbios, alérgenos e outros contaminantes. Confeccionado com fibras 100% sintéticas, o carpete é um produto não alergênico. A limpeza deverá ser proporcional à quantidade de sujeira que o carpete está sujeito obedecendo-se às seguintes dicas: 1. Aspiração freqüente Uma boa aspiração remove as partículas de sujeira, as quais danificam as fibras do carpete causando uma má aparência. Tenha certeza que seu aspirador de pó industrial  está funcionando bem, lembre-se de trocar os sacos de depósito de sujeira e limpar os filtros regularmente. Para sujeiras normais como poeira e cinzas de cigarro, aspire pelo menos uma vez por semana. Áreas de tráfego intenso, como escadas e corredores, devem ser aspirados diariamente com aspirador de pó industrial. 2. Prevenção para sujeiras e danos aos fios Coloque capachos, tapetes ou passadeiras em todas as entradas. Limpe ou troque os capachos ou tapetes regularmente. Use protetores de carpete debaixo de móveis pesados ou móveis com rodinhas. Reorganize seus móveis freqüentemente para mudar a área de uso. 3. Quando necessário, procure uma empresa de limpeza especializada Quando seu carpete aparentar estar sujo mesmo depois de aspirado com aspirador de pó industrial, é hora de uma limpeza profissional. Consulte uma empresa especializada para conhecer o melhor método de limpeza. Recomendamos que a lavagem do carpete seja executada regularmente. É aconselhável que este tipo de serviço seja realizado por empresas especializadas. Importante: Use shampoos para carpete com cuidado. Muitos destes produtos deixam resíduos pegajosos que podem atrair mais sujeira. Certifique-se que estes produtos foram totalmente removidos do seu carpete. 4. Cuide das manchas o mais rápido possível. Quanto mais rápido você agir, melhor será o resultado. Primeiro remova o máximo possível do material derramado. Raspe cuidadosamente o excesso, aspire no caso de ser sólido ou absorva com papel toalha branco no caso de manchas úmidas. NUNCA ESFREGUE UMA MANCHA! Fonte://casanova.com

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Curiosidades sobre aspiradores de pó industrial


Tudo sobre aspirador de pó industrial


Conheça os tipos de aspiradores e bocais ideais para fazer a limpeza da casa
 Sabe quando a gente ouve frases do tipo: ?Aspirador  de pó industrialé tudo igual, é só ligar e passar pelo chão que a casa fica limpa?? Pois é, é o que muita gente pensa. Mas não é bem assim não, viu?
A verdade é que pra cada uso há um tipo de bocal diferente para fazer a limpeza corretamente, é preciso observar o tipo de aspirador, a potência, em alguns casos até mesmo um aspirador de pó industrial  específico.

Bocais: as ferramentas da agilidade
Gente, o bocal é aquela parte que entra em contato com a superfície a ser aspirada. Em função disso, os fabricantes têm desenvolvido soluções bem variadas adaptadas até ao cantinho menos acessível dos cômodos de sua casa. Olha só os modelos que existem:
Bocal para cantos e frestas: são ideais para retirar aquela sujeirinha dos rodapés, dos cantos da sala, teias de aranha do teto, normalmente com uma mangueira maior que também vem com o aparelho.
Bocal multiuso: como o próprio nome diz, servem para várias tarefas, normalmente as limpezas comuns, ?do dia-a-dia?, limpar o carpete, o tapete, aspirar à sala.
Bocal para tecido: menos agressivo que os demais para não estragar as fibras das roupas. Ideal para limpar as roupas que passam muito tempo no armário, retirar mofo e traças.
Bocal para pisos: projetado para pisos frios, porcelanato e pisos flutuantes. Também podem ser usados em carpetes e tapetes. Tem proteção especial nas bordas para não causar arranhões no piso.
Bocal escova: o melhor para a limpeza de tapetes e carpetes, pois enquanto aspira o pó, retira as linhas e fios de cabelo que se escondem nas fibras do tapete. Adorei!
Bocal de estofados: tem pequenas escovas nas bordas, menos resistentes que as para tapetes e mais resistentes que as para tecidos. Elas ajudam na retirada de resíduos das fibras, poeira, cinza de cigarro, cabelos, tudo que se embrenha nas fibras e que sem a escova a sucção não seria suficiente para retirar.
Os tipos de aspiradores de pó industrial
Você deve estar se perguntando se não é tudo igual! A resposta é não! Aquele que a sua avó usava lá nos anos 70 já passou por muita evolução e hoje, a tecnologia invadiu este território também. Olha só os modelos que temos hoje:
Aspirador de pó: o modelo ?original?, com a função mais básica de um aspirador de pó. A evolução da tecnologia fez com que hoje existam muitas facilidades, como enrolador automático de cabo, regulador de potência, filtros especiais e reservatório transparente.
Aspirador de pó e água: tem compartimentos e motores especiais que permitem além de aspirar a poeira, também aspire líquidos, ou seja, usado em superfícies úmidas, como um tapete ainda não totalmente seco, o que, aliás, tornará mais rápida a secagem.
Aspirador multifuncional: aparelho que além de aspirar pó e água, também lava e seca carpetes, cortinas e estofados. Bom para a limpeza de carros, sofás e cortinas. Este está pronto para tudo!
Aspiradores portáteis: práticos, pequenos e leves, ideais para usar no carro, para limpar as frestas de sofás e poltronas ou limpar as migalhas da mesa. Tem potência mais baixa que os demais e funciona a bateria, normalmente de lítio.
Aspiradores ultra-silenciosos: como diz o nome, são mais que super silenciosos. Com níveis de ruído que chegam no máximo 73 decibéis, o equivalente a uma conversa normal entre duas pessoas, e mesmo assim, são aparelhos geralmente de alta potência. Recomendado para qualquer lugar, especialmente para casa com bebês, crianças recém-nascidas e idosos, hospitais e escritórios.
Aspiradores inteligentes ou aspiradores robô: eles são a revolução no que se refere a aspiradores. São pequenos, redondos e circulam pela casa em movimentos 360°. Funcionam com sensores que capta a presença de acúmulos de sujeira e o aspiram sem precisar de nenhum comando. Também são equipados com sensores que evitam colisões e quedas.
Aspiradores antialérgicos: alguns usam sais de prata e nano-íons no processo de absorção do pó, higienizando os ambientes e eliminando até 90% das bactérias. Há os que usam filtros especiais com a tecnologia High Efficiency Particulate Air (HEPA), que retém mais de 99% de ácaros, poeiras e outras partículas.
A potência é um fator extremamente importante na escolha do modelo a comprar. O ideal é que a potência seja alta, quanto mais alta melhor os resultados, procure por motores de 1100 a 1600 w.
Uma dica para reduzir o consumo de energia e aumentar a vida útil do aparelho, por incrível que pareça, é aspirar diariamente, ou pelo menos 3 vezes por semana, para evitar o acumulo de resíduos e promover uma limpeza mais rápida.
Manutenção dos aspiradores
Embora alguns modelos ainda tenham sacos de tecido (que precisam ser lavados semanalmente), o mais prático e atual é o filtro de papel. Mas, fique atento: a troca precisa seguir o padrão estabelecido no manual do aparelho, certo?  
Mas não é só isso: o saco do aspirador não pode ultrapassar a capacidade de ¼ de seu volume total. Um saco cheio de poeira compromete até mesmo o consumo de energia do aparelho e, claro, o seu rendimento. Como medir isso?
Olha só uma dica: se você usa o aspirador de pó cerca de três vezes por semana, por exemplo, pode esvaziar o saco toda semana. Se o saco for de tecido, lave-o a cada 45 dias ou quando perceber que há muita poeira agarrada.
Você sabia que alguns modelos têm dispositivos que avisam quando é hora de trocar o saco? Se não for seu caso, o período médio ideal para troca por um novo é a cada seis meses. Porém, se você usa bastante seu aspirador, observe sempre o desgaste do saco. Pode ser o caso de trocar antes.
Como fazer meu aspirador de pó industrial  durar mais?
Não utilizar o aparelho para limpar carpetes e pisos úmidos ou para aspirar líquidos (a não ser que ele tenha essa função). Outros itens também são proibidos: substâncias inflamáveis ou explosivas, resíduos incandescentes (brasas de cigarro, por exemplo), objetos cortantes, agulhas, alfinetes e grampos.
Se o seu bichinho pegou pulgas, faça o seguinte: todas as vezes que aspirar a casa retire o saco do aspirador, coloque-o dentro de um plástico, feche bem e deixe-o no freezer durante algumas horas. Este procedimento vai exterminar as pulgas. Prático, né?
Para deixar os ambientes perfumados, coloque dentro do saco do aspirador um algodão levemente umedecido em sua essência favorita ou perfume.
Agora é escolher o aspirador de pó  industrial ideal para a sua casa e dar um ?adeus? para a poeira! 
Fonte://magazineluiza

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Beneficios do Aspirador de Pó Industrial

Saiba quais são os benefícios do aspirador de pó industrial na sua vida


Para muitas pessoas a primavera significa amor e piquenique, mas para outros ela marca o início de outra temporada de alergias e de muitos espirros, coceiras e nariz escorrendo. Embora essas pessoas adorariam fazer um lanche no parque, elas passam grande parte do tempo esfregando os olhos, com a pele vermelha ou cheia de manchas, nariz trancado e bolsas em torno dos olhos. Pessoas alérgicas sofrem com o pó, pólen e pêlos. Alergia ao pólen pode ser sazonal, mas as pessoas que são alérgicas ao ácaro ou a pêlos de animais podem sofrer com esses sintomas o ano inteiro. Um recente estudo mostrou que a alergia a pêlos de animais domésticos ou a ácaros pode até mesmo agravar os sintomas de quem têm alergia ao pólen. E essas alergias sazonais estão começando cada vez mais cedo e durando mais tempo, possivelmente devido ao aumento da temperatura global. Se você tem alergia ao pêlo de animais de estimação, provavelmente percebe quão rapidamente a presença de um cachorro ou gato te afeta, e você pode precisar tomar remédios para reduzir ou suprimir os sintomas se você é dono de algum animal. Esses medicamentos vêm mesmo a calhar – não importa quão cuidado você seja ao manter os animais e seus pêlos fora de sua casa. Os sapatos dos outros podem trazer esses resíduos de fora, enquanto que as roupas distribuem os pêlos de ambiente em ambiente. Se você quiser ter alguma esperança de alívio para suas alergias, é preciso trabalhar para eliminar as fontes de alérgenos ao mesmo tempo em que trabalha para expulsar esses alérgenos já existentes de sua casa. Quer se trate de ácaros ou partículas de pólen que te desencadeiam os sintomas, carpetes e tapetes são bastante convidativos para os alérgenos. Assim como muitas pessoas, você provavelmente tem o mesmo aspirador de pó industrial há bastante tempo, assim como um monte de sacos descartáveis que esses aspiradores requerem. É importante livrar sua casa da sujeira, ácaros, pólen e qualquer outra coisa que te faça espirrar – por isso, aspirar com o aspirador de pó industrial frequentemente a casa é parte importante de sua estratégia de combate à alergia. No entanto, aspiradores antigos podem não fazer bem esse trabalho. Por uma razão – os sacos ficam cheios, a potência diminui e isso significa que os alérgenos permanecem no carpete mesmo após você passar o aspirador por cima deles.  Os aspiradores sem saco também têm algumas desvantagens para quem têm alergias. O processo de esvaziar o recipiente é longe de ser tranquilo para quem sofre com alergia. Tão logo você remove a tampa do recipiente, a poeira escapa de volta para o ar. Se você esvaziá-lo em uma sacola, você criará uma nuvem de poeira à medida que despejá-lo. Se você fizer isso fora de casa, é melhor ficar contra o vento ou acabará coberto da mesma poeira que você acabou de aspirar do seu tapete. Algumas vezes os restos aspirados ficam presos no fundo do recipiente, fazendo com que você tenha que erguê-lo para soltá-los. Isso também pode causar a dispersão dos alérgenos sobre você ou sua casa, e você pode achar que simplesmente fechar o saco de pó do antigo aspirador era mais fácil. Muitos aspiradores vendidos atualmente oferecem um recurso relativamente novo: os filtros HEPA (em inglês, High Efficiency Particulate Air). Esses filtros são constituídos de fibras totalmente entrelaçadas capazes de reter aquelas minúsculas partículas que os outros aspiradores não conseguem. Os filtros Hepa conseguem capturar partículas de apenas 0,3 mícrons, mas somente quando são instalados pelo fabricante. Esses filtros requerem uma boa engenharia e precisam estar muito bem vedados para que a poeira e a sujeira (e o ar que as carregam) não encontrem caminho algum para escapar – como por exemplo uma rachadura no próprio selo. Além disso, aspiradores dotados de filtros HEPA precisam ter mais potência de sucção, por isso se você inseriu o filtro em um aspirador de pó industrial mais antigo, o resultado ainda deixará muito a desejar. Então, terminando a nossa conversa, para aquelas pessoas que sofrem com alergias, a melhor aposta é um aspirador de pó industrial de qualidade e com filtros HEPA. Embora os custos iniciais e de manutenção sejam maiores (os filtros HEPA precisam ser trocados anualmente), os resultados valem à pena. Fonte://fabertec.com

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Aprenda como limpar tapetes, carpetes, cortinas e estofados com auxílio do Aspirador de pó industrial

Veja como limpar  tapetes, cortinas e estofados em geral com o aspirador de pó industrial



Quando o assunto é faxina, o básico todo mundo sabe fazer: varrer, tirar pó, passar um pano no chão... No entanto, muitas dúvidas surgem quando chega a hora de limpar itens mais complicados, como tapetes, carpetes, cortinas, sofás e estofados em geral.
Por serem artigos menos maleáveis, muitas vezes é preferível que profissionais especializados cuidem da sua higienização. “Mas se evitarmos o acúmulo de manchas ou poeira, é possível escapar dessa despesa extra”, acredita Sueli Rutkovski, especialista em soluções rápidas e inteligentes para viver bem e responsável pelo quadro “Dicas” do programa da Eliana.
A regra principal é: quanto mais frequente for a limpeza do lar, mais fácil será de remover qualquer sujeira. Por isso, o ideal é que a faxina geral seja feita, no mínimo, mensalmente.
Sueli, autora do livro Dicas incríveis – truques e segredos para facilitar o seu dia a dia (Editora Master Books), ensina a seguir como manter a sua casa limpinha e em ordem!
Matérias relacionadas:

Higienizando o couro – Para limpar sofás de couro, basta molhar uma esponja em uma mistura de água com sabão de coco e, em seguida, secar o móvel com um paninho ainda não usado. “Quando terminar, existe um segredo para deixar o material protegido e hidratado: passe um pano bem macio com vaselina ou condicionador de cabelos”, sugere Sueli.
Cuidando de tecidos grossos – No caso de estofados ou cortinas com mais textura, comece a assepsia com um aspirador de pó industrial. Depois, aplique espuma de barbear em spray especificamente nas sujeiras mais evidentes. A partir daí, você deve esfregar as manchas com uma escova de cerdas macias e, depois, enxugar bem o local com pano seco. “Atenção para não deixar que a espuma encharque o tecido”, alerta a especialista.
Limpando tapetes e carpetes – Normalmente, o aspirador de pó  industrial resolve grande parte dos problemas. Apenas tome mais cuidado com os modelos de pelagem ou fios mais altos. “Aconselho que tapetes persas e outros tipos importados, bem como os artesanais, sejam higienizados por profissionais especializados, pois eles trabalham com equipamentos( aspirador de pó industrial) e produtos químicos mais eficazes”, orienta Sueli.
Fonte://portavital.com

 

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Como Limpar um Sofá com aspirador de pó industrial

Confira aqui dicas de como limpar um sofá você mesmo, sem necessitar de ajuda profissional.

 Algumas mobílias são peças básicas no lar, o sofá é uma delas, mais especificamente localizado na sala. Dos mais diversos modelos e dos mais diversos tecidos, nenhum deles está livre de se tornar um sofá sujo. Mantê-los limpos não é uma tarefa fácil, principalmente para quem tem crianças e animais domésticos em casa. Confira aqui dicas de como limpar um sofá você mesmo, sem necessitar de ajuda profissional. Poeira e manchas podem prejudicar a sua aparência e podem fazer com que ele perca a sua durabilidade. Muitos especialistas indicam a impermeabilização dos mesmos para conservar o sofá e tornar mais fácil a tarefa de limpeza, além de protegê-los mais. Independentemente do tecido, é recomendada uma limpeza a cada 15 dias com uma escova de cerdas macias nos sofás de couro e com aspirador de pó industrial  e escova nos sofás de camurça e tecidos mais leves.  Cada sofá pede um produto de limpeza específico, desde espuma mágica até ingredientes caseiros. Para quem tem condições, pode mandar lavá-lo em locais especializados. Mais algumas dicas de produto bom e barato podem ajudar em uma limpeza doméstica eficiente. Como limpar o sofá de acordo com o tecido (a seco, claro, vermelho, colorido) Sofá de tecido leve pede uma retirada da poeira com aspirador de pó industrial . Caso ele esteja com manchas, é recomendável passar um pano limpo e seco ou papel toalha absorvente sem esfregar o tecido na hora do incidente. Alguns tecidos têm indicação de lavagem a seco, é preciso verificar. Quando não retirar as manchas, basta usar um solvente ou uma mistura de 1/4 de copo de sabão líquido para lava-louças com 1 copo de água morna. Para esta solução caseira, deve-se usar uma escova com cerdas macias e para enxaguar um pano úmido. O sofá de couro pede uma limpeza apenas com pano umedecido com água, assim é possível manter o seu brilho. A secagem feita com outro pano limpo de algodão. O sofá de camurça deve ter a limpeza feita com um aspirador de pó industrial  e em caso de manchas, deve-se usar um pano de algodão limpo, umedecido com água e sabão neutro. É preciso retirar o sabão após a lavagem com um pano com água fria e deixar secar naturalmente. Fonte//muitox.com

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Higiene Ambiental com a ajuda do aspirador de pó industrial

A Higiene ambiental tem como aliado o aspirador de pó industrial


A higiene, em geral, tem a ver com saúde e vida saudável; diz respeito a nossa atitude em relação a nós mesmos e ao ambiente em que vivemos. A preocupação com esse tema tem que fazer parte de nosso cotidiano e também dos projetos do Estado como é o caso do Protocolo de Kyoto. A higiene ambiental precária pode desencadear doenças respiratórias e alérgicas. Para reduzir a manifestação dessas doenças uma casa que contenha pessoas alérgicas deve estar sempre limpa, livre da poeira, ácaros e fungos. Manter longe de si os bichos de pelúcia, os tapetes e cortinas pode ajudar, assim como manter o lar bem conservado, com paredes bem pintadas, sem infiltrações ou mofo. Poluição do ar.Mais do que cuidar da própria casa, é preciso também zelar pela sua cidade, afinal a poluição do ar, os lixos nas ruas e rios não fazem bem à saúde e são frutos da falta de higiene dos cidadãos e da negligência do governo. A poluição do ar, por exemplo, por parte das indústrias e dos automóveis pode contribuir para doenças respiratórias, conjuntivites e doenças de pele. Além disso, pode prejudicar o meio ambiente contribuindo para o aquecimento global e a destruição da camada de ozônio. A educação e a consciência são as melhores maneiras de resolver esses problemas. A partir do momento que alguém sai de casa para trabalhar a pé ou de bicicleta, deixando de usar seu carro, ou mesmo utilizando o ônibus como meio de transporte, já contribui para diminuição de emissão de gases poluentes no ar. Outras atitudes como não jogar lixo nas ruas, não desencadeiam entupimento de bueiros, o que causaria menos enchentes nos períodos de chuvas e consequentemente diminuiria a incidendência de algumas epidemias. Confira abaixo algumas dicas de como cuidar da higiene da sua casa:
Aspire os móveis com o aspirador de pó industrial, após  limpe os móveis com um pano úmido. Retire os objetos de decoração para serem lavados também; Evite varrer a casa, pois a vassoura costuma levantar a poeira que, com tempo, assenta novamente no chão. Procure passar pano úmido, pelo menos três vezes por semana; Utilize um aspirador de pó industrial para limpar os sofás, poltronas e tapetes da casa. Isso elimina os ácaros que se instalam no estofado. Mas não se esqueça de que, de vez em quando, é preciso lavar os tecidos para tirar também o mau cheiro. Quarto branco.Lembre-se de abrir as portas e janelas todos os dias, para arejar e refrescar a casa; Os lençóis das camas devem ser trocados, no mínimo, uma vez por semana. Dormir em uma cama limpa faz toda a diferença; É necessário dedetizar a casa de tempos em tempos, para se livrar dos insetos e ratos, que podem trazer doenças. Nunca deixe restos de comidas sobre a mesa ou pelo chão - esses resíduos atraem formigas, baratas e outros bichos; O banheiro é um lugar que não deve ser descuidado. Use desinfetantes, além dos detergentes normais para limpar o vaso sanitário, a pia e o box do chuveiro, porque esse produto tem o poder de matar os germes e bactérias, tão comuns nesse cômodo da casa. Fonte://higiene-pessoal