segunda-feira, 30 de junho de 2014

Aspirador e travesseiro especial são aliados contra ácaros

O aspirador ajuda a eliminar os ácaros e a poeira, mas deve ser limpo constantemente para que não se torne uma nova casa para estes pequenos animais Nariz coçando, coriza, espirros e até lágrimas escorrendo pelos olhos. Basta acumular um pouquinho de poeira em casa que os ácaros se multiplicam e tiram o sono dos moradores, especialmente dos mais alérgicos. Isso acontece pois a poeira é rica em substâncias que servem de alimento para esses animais, como restos de pele humana, que descamamos constantemente de nosso corpo, explica Michel P. Valim, especialista em ectoparasitos e pesquisador associado do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo. Ele esclarece, ainda, que não são os ácaros que nos causam alergia, e sim componentes presentes em suas fezes e os próprios restos da decomposição destes animais, que são quase invisíveis a olho nu. A melhor forma de evitar, ou pelo menos minimizar, os efeitos indesejados causados pelos ácaros é evitar o acúmulo de poeira. Portanto, um dos principais aliados nesse combate é o aspirador de pó. No entanto, é preciso sempre limpar o saco que armazena o poeira, caso contrário o aparelho se tornará uma grande morada para estes animais. Também é preciso ter em mente que jamais será possível eliminar todos os ácaros de um ambiente, mas uma boa limpeza ajuda a reduzir bastante a quantidade destes visitantes indesejados. “Carpetes e tapetes acumulam muitos destes animais, e devem ser lavados sempre. Já o travesseiro e o colchão podem ser sempre colocados no sol, para eliminar potenciais alimentos para eles. Para completar, as pessoas mais alérgicas precisam buscar produtos antiácaro, que são feitos de um tecido no qual eles não conseguem penetrar”, aconselha Valim. O especialista explica que, ao contrário do que muitas pessoas pensam, os ácaros não são insetos. “Eles são aracnídeos, porém menores e mais primitivos do que as aranhas. Isso significa que eles têm um par de pinças na boca e não possuem mandíbulas. Como não são capazes de mastigar, se alimentam apenas de líquidos e coisas moles”, diz. “Eles também se aproveitam de alimentos mal armazenados, como uma farinha que foi usada mas a embalagem não foi fechada direito, ou até mesmo frutas cristalizadas que ficam muito tempo armazenadas”, alerta Valim. Fonte://vidaestilo

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Remédios caseiros contra as formigas e aspirador

Você tem a casa cheia de formigas e não sabe como acabar com elas? Você tem usado diferentes produtos para matar formigas e nenhum funcionou totalmente? Neste artigo de umComo.com.br damos diferentes remédios caseiros para que você consiga eliminá-las completamente. A seguir, damos uma série de conselhos para matar as formigas. Antes de começar a matar as formigas Antes de começar a matar as formigas Ante de tudo tente descobrir de onde saem as formigas. Tente encontrar o formigueiro que seguramente estará fora de sua casa mas não muito longe. Se não conseguir encontrá-lo, descubra pelo menos o local onde as formigas entram para poder cortar o problema. Tente ter a casa limpa e todos os alimentos guardados e bem fechados. Aspirador para eliminar as formigas Aspirador para eliminar as formigas Pegue o aspirador e passe-o por todo o piso de sua casa. Desta maneira acabará com as formigas que estão nesse momento em casa mas se não conseguiu descobrir de onde saem ou porque motivo saem, no dia seguinte terá mais formigas. Suco de limão para matar as formigas Suco de limão para matar as formigas Faça suco com vários limões e coloque em um recipiente com spray. Vaporize o suco de limão no piso onde haja formigas. Também pode colocar várias rodelas de limão perto das portas e janelas. Água quente para o formigueiro Água quente para o formigueiro Se você encontrou o formigueiro, coloque uma panela de água no fogo e quando começar a ferver, derrame-a no formigueiro. Canela e cravo para afugentar as formigas Canela e cravo para afugentar as formigas Um remédio caseiro para afugentar as formigas de casa é a canela em pó e o cravo. Espalhe canela e cravo nos lugares possíveis que as formigas podem entrar. Isto fará com que se afastem. Bicarbonato de sódio e açúcar Bicarbonato de sódio e açúcar Faça uma mistura de bicarbonato de sódio e açúcar e espalhe pelos lugares onde as formigas possam entrar (portas e janelas). Esta mistura é muito nociva para elas de modo que aprenderão que não devem se aproximar dela. Fonte:casa.umcomo

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Controle de ambiente para pacientes com alergia respiratória

As alergias respiratórias, principalmente a asma e a rinite alérgica, são muito comuns na população em geral. O que poucos sabem é que é possível prevenir e controlar as crises respiratórias através de algumas ações simples que você mesmo pode tomar. Em primeiro lugar é fundamental consultar um médico para realizar uma avaliação do quadro clínico, dar o diagnóstico, identificar as principais causas que desencadeiam e agravam as crises alérgicas e orientar o tratamento mais adequado para você. Além disso, você pode realizar um programa de controle de ambiente, nos locais em que você passa a maior parte do tempo, principalmente a casa e o quarto, para diminuir os alérgenos causadores da alergia. Os principais são: ácaros da poeira, mofo, penas, pelos de animais e pólen. Veja a seguir, algumas dicas de controle de ambiente para combater os principais alérgenos e irritantes Ácaros da poeira Os ácaros da poeira (Dermatophagoides pteronyssinus, Dermatophagoides farinae e Blomia tropicalis) e seus excrementos são os maiores agentes causadores das alergias respiratórias. São organismos microscópicos que se alimentam da descamação da pele humana. Encontram-se normalmente em colchões, travesseiros, roupas de cama, cobertores, carpetes, tapetes, móveis estofados, cortinas, bichinhos de pelúcia, estantes, livros e poeira doméstica. Para eliminá-los recomendamos: No quarto Encapar os colchões com materiais impermeáveis, sem aberturas e fechado com zíper. Ácaros não conseguem atravessar essas proteções e, dessa maneira, são mantidos longe da sua fonte de alimentação (descamação da pele humana). Encape todas as camas do quarto. Limpar as capas com pano úmido ou aspirador de pó pelo menos uma vez por semana. Usar travesseiros de poliéster que podem ser lavados com freqüência e cobri-los com capas impermeáveis, semelhantes às dos colchões. Usar edredons, acolchoados leves ou cobertores sintéticos que possam ser lavados com freqüência. Evitar travesseiros de penas, colchas ou cobertores de lã ou felpudos. Lavar as roupas de cama duas vezes por semana em água quente. A água fria ou morna não mata os ácaros. Retirar do quarto bichinhos de pelúcia, livros e revistas, cortinas, almofadas, tapetes ou carpetes. Na casa Manter a casa arejada e ventilada. Evitar tapetes ou carpetes. Se tal medida não for possível, usar um aspirador de alta eficiência (com filtro HEPA) que filtra as partículas de sujeira e os ácaros. O uso de aspirador convencional pode ter resultado pouco satisfatório porque seus filtros não retêm os agentes causadores das alergias e permitem que as partículas aspiradas voltem ao ambiente. Limpar a casa diariamente com pano úmido (não varrer ou espanar). Se você tiver alergia e for realizar a limpeza, use máscaras de proteção. Existem no mercado máscaras com filtro HEPA. Evitar residências que permanecem fechadas durante muito tempo assim como bibliotecas, porões, sótãos ou ambientes com grande acúmulo de poeira. Dar preferência a tecidos emborrachados nos móveis estofados. Manter o ar condicionado limpo trocando com frequência o seu filtro. Fungo É outro grande alérgeno responsável pelas crises e se desenvolve em lugares com alta umidade relativa.O fungo cresce em lugares úmidos, escuros, pouco ventilados (porões, despensas e closets) e em alguns banheiros e cozinhas. Por isso, para evitar a sua proliferação: Evite vazamentos ou acúmulos de água. Conserte vazamentos de telhas e mantenha as calhas limpas. Evite áreas pouco ventiladas ou sombrias, jardins mal conservados, plantas dentro de casa e aquários. Lave as roupas que estejam guardadas por muito tempo. Limpe regularmente chuveiros e banheiras, vasos sanitários, armários, cozinhas, banheiros e porões com alvejantes ou desinfetantes. Mantenha uma luz elétrica em armários úmidos para secar o local. Não use vaporizadores ou umidificadores de ar na casa pois eles favorecem a proliferação do mofo. Utilize desumidificadores de ar em ambientes muito úmidos. Animais de estimação As causas da alergia respiratória relacionadas aos animais de estimação são a caspa (escama da pele) e a saliva do animal. Além disso, o pelo também é um desencadeante, pois acumula poeira, ácaros e mofo que são fortes causadores de alergia. Sendo assim evite ter animais de estimação de pelos tais como: cães, gatos e coelhos. Mas se você já tem na sua casa, mantenha-os do lado de fora, sem contato com a pessoa alérgica. Irritantes Existem ainda substâncias que têm um forte papel irritante que podem piorar uma crise já existente ou contribuir para o aparecimento de uma nova. Veja abaixo as principais substâncias irritantes: Cigarro Um dos mais perigosos irritantes é a fumaça do cigarro. Muitos estudos sobre os seus efeitos na saúde respiratória em crianças demonstram a relação entre a fumaça secundária (fumaça respirada) e a incidência maior de doenças respiratórias, principalmente durante os dois primeiros anos de vida.Além disso, o contato de crianças asmáticas com essa substância causa um aumento dos sintomas de tosse e falta de ar. Em adultos, a fumaça aspirada passivamente tem colaborado para aumentar os problemas respiratórios, incidência de câncer e doenças respiratórias crônicas. Dessa forma, pacientes alérgicos e asmáticos devem evitar completamente a fumaça do cigarro.Ninguém deve fumar dentro de casa e nunca na presença do paciente asmático. Odores fortes Evite usar tintas, inseticidas, detergentes, desinfetantes, ceras, produtos de limpeza e produtos químicos. Evite sabonetes, xampus, perfumes, cosméticos e odores fortes. Use produtos neutros, sem perfume. Evite usar incensos. Evite também produtos em spray aerosol, pois expelem partículas que irritam as vias aéreas quando inaladas. Poluição do ar A poluição do ar pode causar um aumento dos problemas respiratórios. Portanto, evite exercícios ao ar livre, perto de áreas com trânsito muito intenso ou com fumaça de indústrias. Tempo Mudanças bruscas nas condições do tempo, particularmente no frio, podem agravar as doenças respiratórias em muitos pacientes. Recomendações Esportes A prática de esportes é importante e deve ser feita por todos os pacientes alérgicos. Converse com o seu médico. Exercícios respiratórios A fisioterapia respiratória traz muitos benefícios às pessoas com alergia respiratória. Informe-se com o seu médico. Lembre-se Para um controle adequado das crises alérgicas é necessário um bom relacionamento com o seu médico.Para tanto, utilize a medicação prescrita conforme a orientação médica e tire todas as suas dúvidas relacionadas ao tratamento. Não use medicamentos por conta própria e comunique seu médico se outros fatores estiverem causando a piora das crises. Fonte://alegodermatologia

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Como limpar uma casa com infestação de sarna (Escabiose)

A escabiose é uma infecção de pele causada por ácaros minúsculos que escavam sua pele. Os sintomas incluem vermelhidão, coceira e linhas vermelhas sob a pele. Quando você pega uma infestação por sarna, a sua casa se infesta também. Isto porque, enquanto ácaros de sarna não vivem mais do que cerca de 3 dias sem um hospedeiro humano, eles são muito fáceis de "passar adiante", porque eles podem viajar em toalhas de mão, lençóis, brinquedos e sobre qualquer outra coisa que tenha sido usada por uma pessoa infectada. O que você precisa? Sacos zip de congelador com capacidade para 3,5 litros Aspirador de pó Água quente Detergente de lavanderia Instruções 1 Trate todo mundo. Os médicos geralmente irão prescrever um creme para usar durante a noite que irá matar os ácaros. É melhor que todos na casa usem este creme (a menos que os médicos digam o contrário), a fim de evitar a migração de ácaros. 2 Isole tudo. Isso significa que você precisa juntar todos os brinquedos, lençóis, toalhas, travesseiros e bichos de pelúcia da casa. Tudo o que entra em contato com os membros da família em uma base diária deve estar no "grupo-alvo" de isolamento. Caso contrário, se os ácaros continuarem vivendo em algo que foi esquecido e você tocá-lo, então você ainda vai ter a infecção por muito tempo depois de ter terminado os tratamentos. 3 Coloque os brinquedos, almofadas e bichos de pelúcia nos sacos plásticos com zíper. Eles terão de permanecer nesses sacos por duas semanas. No final das duas semanas, você pode limpa-los completamente com aspirador de pó para remover todos os ácaros de sarna mortos e depois devolvê-los aos seus donos. 4 Lave todas as roupas de cama e toalhas pelo menos duas vezes em água quente com detergente. Você deverá que fazer a mesma coisa depois de cada noite que aplicar o creme, isso vale para todas as roupas das pessoas que usaram o creme. Isso vai lavar os ácaros fora das roupas e impedi-los de esperar por você voltar pra cama na primeira noite após seu tratamento acabar. Você também vai precisar lavar toda a roupa normal, da mesma forma. Se a puder usar água quente na roupa e alta temperatura de secagem, você terá que colocá-lo em sacos herméticos em seguida. 5 Seque toda a roupa em temperatura alta. Isto é muito importante, porque vai acabar com os ácaros que sobreviveram ao ciclo de lavagem. 6 Use aspirador de pó na casa. Normalmente, isso significa apenas tapetes e carpetes. No entanto, quando você está lutando contra a sarna, você também terá de aspirar os colchões, cortinas e estofados. Isto deve ser feito todos os dias, enquanto durar o tratamento. Fonte://ehow.com

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Asma e Casa: Animais de estimação e aspirador

Algumas pessoas são alérgicas ao suor, saliva e perdas cutâneas de alguns animais. Estes são transportados pelo ar em partículas muito pequenas e invisíveis a olho nu. A reação pode ser provocada pelo toque ou apenas por se encontrarem na mesma divisão da casa. Os sintomas podem ocorrer passados alguns minutos de exposição ao animal ou poderão declarar-se apenas passadas algumas horas. Elimine a causa Se for alérgico ao seu animal de estimação, a melhor opção será arranjar-lhe um novo dono que o saiba estimar. Se não o conseguir fazer, mantenha o animal fora de casa e, em especial, fora dos quartos. Não permita nunca que o animal durma na sua cama. Cuidados extra Se for necessário escovar o animal, peça a um familiar ou amigo que o faça no exterior da casa. Lave o seu animal pelo menos duas vezes por semana. Cubra almofadas e roupa de cama com capas grossas e laváveis para reduzir a acumulação de alergenos dos animais de estimação, mas tenha em atenção que as capas em pele ou vinil sobre mobiliário são ainda melhores. Carpetes e tapeçarias devem ser aspiradas pelo menos duas vezes por semana. Atenção ao facto de os alergenos poderem ser transportados na roupa e transferidos para o mobiliário. Os alergenos do gato são especialmente difíceis de remover – mesmo que o gato já não esteja em casa, poderá demorar meses de limpezas regulares até que todos os alergenos sejam eliminados; este é um importante ponto a considerar se mudar para uma casa onde tenha vivido um gato. Os melhores animais de estimação para pessoas alérgicas são os que não têm pelo. Fonte://paraquenaolhefalteo ar

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Como tirar piolho do sofá com ajuda do aspirador

O tratamento contra piolhos não termina depois de lavar os cabelos infestados. Após o cabelo ser tratado, é extremamente importante lembrar de desinfetar tudo o que entrou em contato com o cabelo. Enquanto tratar roupas e toalhas se resume a lavá-las ou guardá-las em um plástico selado, tirar piolhos do sofá pode consumir um pouco mais de tempo. O que você precisa? Aspirador de pó Vaporizador Óleo de melaleuca Óleo de eucalipto nstruções Como tirar piolho de um sofá 1 Aspire o sofá e as áreas próximas. Isso deverá ser feito no momento em que o sofá entrar em contato com os piolhos. Se o sofá tem almofadas removíveis, retire-as para aspirar as áreas sob elas. Não deixe de aspirar embaixo do sofá também. 2 Compre um vaporizador descartável, juntamente com óleo de melaleuca e de eucalipto. Esses produtos podem ser usualmente encontrados em lojas de vitaminas e em algumas farmácias, assim como em lojas de cosméticos. Se você não encontrar óleo de eucalipto, não se desespere, é possível retirar os piolhos usando só o óleo de melaleuca. 3 Combine os óleos no vaporizador e adicione água o suficiente para diluí-los. Se você não conseguir encontrar o óleo de eucalipto, a combinação de melaleuca com água pode ser usada. Ambos são repelentes naturais de insetos que matarão qualquer piolho e lêndea restantes sem expor sua família ou animais de estimação a algum produto químico. Enquanto apenas aspirar, às vezes, pode ser eficaz, usar esses óleos para criar um spray é geralmente recomendado para matar algo que o aspirador tenha perdido. 4 Vaporize a mistura no sofá. Certifique-se de vaporizar também as almofadas. Evite assentar ou usar o sofá nas primeiras 24 horas. 5 Repita o processo se necessário. Os piolhos não podem sobreviver por muito tempo sem sangue humano, portanto você não precisa se preocupar se eles vão se reproduzir depois que todas as pessoas e animais de estimação da casa já tenham sido tratados. No entanto, você pode aspirar e vaporizar o sofá novamente por precaução e para dar tranquilidade à família. Fonte://ehow.com

quarta-feira, 4 de junho de 2014

DICAS ÓTIMAS: Cuide bem do seu sofá!!!

Amigas...Não sei vocês, mas eu, odeio sofá sujo, cheio de pelos, penugens e manchas... O pior é que nem sempre sabemos como tratar da limpeza dos estofados de forma ideal. Para cada tipo de revestimento, há um método diferenciado para remover as sujeiras. A seguir, vocês poderão conferir algumas dicas fáceis de realizar... Mãos a obra e boa sorte!!! ♦ ALGODÃO, SARJA E CHENILE Eles devem ser limpos regularmente com o aspirador de pó em potência média e uma escova bem macia e seca. Não utilize produtos químicos, pois atacam as fibras, diminuindo a resistência, o brilho e a vida útil. Fuja da luz solar direta Quando o assunto é sofá de algodão, a regra é deixá-lo bem protegido do sol. Se expostos por muito tempo e, geralmente, na mesma posição, mancham e perdem o brilho com a ação da luz. Avalie a possibilidade de instalar cortinas ou mudar a posição dos móveis sempre que possível, para que eles resistam por mais tempo. ♦ SINTÉTICOS Tecidos como o courino, o courvin, o couro ecológico e o couríssimo precisam ser mantidos longe do contato com a pele e o suor, porque ressecam. Portanto, é indicado apenas em regiões onde o calor é mais ameno. Os cuidados diários incluem deixá-los longe de canetas, facas e outros objetos cortantes e pontiagudos, já que são muito sensíveis a cortes e perfurações. Para limpar, utilize somente pano úmido, enxugando rapidamente. No caso de sujeiras mais intensas, vale a agilidade em usar um pouco de sabão neutro logo depois do acidente, mas é importante secar imediatamente a área. Almofadas Os cuidados tomados com o sofá estendem-se também a esses acessórios. Vale lembrar que nem todas as capas são laváveis. Por isso, observe com atenção as etiquetas que indicam as condições de lavagem para cada tecido. As almofadas de seda, por exemplo, devem ser lavadas a seco, e nunca friccionadas para retirar as manchas. ♦ CAMURÇA Este material requer cuidados específicos. No dia-a-dia, basta utilizar um aspirador em potência média e uma escova com cerdas finas de latão (encontradas em supermercados ou lojas especializadas). A escovação, por sua vez, deve ser sempre no sentido da fibra. A cada dois ou três meses, entretanto, é preciso aplicar um renovador, escovando a camurça antes e depois, para preservar a textura. Evite sentar-se, caso o sofá esteja úmido, para não manchar a roupa. Pelos por toda parte? Se o gato ou o cachorro adora cochilar no sofá, os pelos tornam-se uma dor de cabeça. Para lidar com o problema de forma eficiente e sem custos astronômicos, enrole uma fita adesiva em um pequeno bastão, com a parte colante para fora, e passe sobre o estofado. Os pelos irão colar na fita. Substitua o adesivo assim que perder o efeito colante. ♦ COURO NATURAL Ao limpar, utilize sempre pano seco ou levemente úmido, fazendo movimentos circulares. O pano deve ser limpo e, de preferência, branco. Atenção, o couro é um daqueles materiais que podem secar e rachar com o tempo. Por isso, a cada três ou quatro meses, dependendo do uso, limpe-o com xampu para couro e aplique cera de carnaúba incolor ou na cor do sofá. Crianças na área Quando os filhos deixam o chocolate, o leite e outros quitutes escorrerem sobre o assento, a melhor solução é agir rapidamente. Primeiro com um pano seco para absorver os excessos. Em seguida, com uma pequena esponja e escova úmida, limpe as manchas de fora para dentro, para não espalhar. O resultado vai depender de sua agilidade. Não deixe o tempo passar Se a sujeira permanecer no tecido por horas, mais difícil será de retirá-la, pois penetra na espuma e nas camadas internas do sofá, a ponto de sujar o móvel de fora para dentro, inviabilizando a limpeza. É o caso da urina de animais e produtos químicos corrosivos, que atacam as fibras do estofamento. Neste caso, é preciso buscar tratamento especializado ou a troca completa do material. ♦ VELUDO Com este tecido, a atenção deve se concentrar na umidade e na queda acidental de produtos. A limpeza também segue a regra do pano limpo e do aspirador de pó, usada no chenile e no algodão. Aproveite a tecnologia Para evitar a umidade, impermeabilize o seu sofá por meio de empresas especializadas. O processo garante proteção total a todos os tipos de tecido – exceto couro –, e pode ser realizado, também, em tapetes e colchões. O tratamento químico cria uma película protetora sobre as fibras, inibindo as sujeiras líquidas, como café, vinho e gordura. Em contato com o sofá, ficam na forma de pequenas bolhas, facilmente retiradas com um pano seco. A impermeabilização completa em um conjunto de dois e três lugares custa em torno de R$ 300 a R$ 400. Agora, se nem mesmo uma limpeza profissional foi capaz de resolver o problema, a solução pode ser revestir de novo o móvel. Para forrar um conjunto de 2 e 3 lugares, são necessários cerca de 20 m² de tecido, e o custo varia conforme o material escolhido. (fonte:// www.vejaovale

domingo, 1 de junho de 2014

Como remover os odores de urina e manchas permanentemente

Você provavelmente já tentou todos os produtos de limpeza das prateleiras e ainda assim as manchas e odores voltam! Há uma razão! Os produtos de limpeza típicos apenas mascararam os odores, que depois de alguns dias voltam Método 1 de 2: Manchas Frescas de Urina 1 Use toalhas velhas e guardanapos de papel para absorver o máximo de urina possível. Continue absorvendo a urina com um destes dois itens até que a área esteja apenas um pouco úmida. 2 Coloque um novo conjunto de panos velhos e/ou toalhas de papel sobre a área afetada. Cubra com papel de jornal. Pisoteie o jornal por pelo menos um minuto para que ele absorva o máximo de umidade possível. Quando você terminar a área estará quase seca. 3 Coloque as toalhas molhadas na área que você quer que seu animal de estimação faça suas necessidades, seja lá fora ou em uma caixa de areia. Remove Urine Odors and Stains Permanently Step 4.jpg 4 Lave a área com água limpa e fria. Faça isso com freqüência e remova o máximo de água possível de cada vez usando ou toalhas ou um aspirador de líquidos. Remove Urine Odors and Stains Permanently Step 5.jpg 5 Aplique um removedor de manchas de animal de estimação na área afetada. Embora possa parecer que a esta altura a urina já tenha sido removida do local, ainda existem vestígios no tapete que podem instigar o seu animal de estimação a utilizar o mesmo local novamente. Usar um eliminador enzimático irá quebrar os compostos do odor, minimizando a atração do seu animal para o local. 6 Lave a área novamente. Seque com pano ou use um aspirador para secar. Método 2 de 2: Manchas Secas 1 Use uma luz negra para identificar quaisquer manchas. Marque aquelas que não podem ser vistas a olho nu com giz para garantir que você não esqueça nenhuma mancha. 2 Use água morna para passar o aspirador de líquidos na área afetada. Não use água quente ou qualquer tipo de tratamento de vapor. O calor fará com que as proteínas na urina se liguem ao seu tapete, tornando-as quase impossíveis de remover. Se você não possui um aspirador de líquidos, você pode comprar em uma loja especializada. 3 Use um removedor de mancha de animal de estimação. Ele deve ser utilizado da mesma maneira como seria utilizado um removedor de manchas comum. 4 Lave com sabão o seu tapete usando o aspirador de líquidos. Há vários sabões feitos especificamente para a remoção de manchas de animais de estimação. Remove Urine Odors and Stains Permanently Step 11.jpg 5 Repita o passo um. Misture a água morna com uma pequena quantidade de vinagre para garantir que todo o sabão saia de seu tapete. Dicas A luz solar acaba com o odor, por isso, se você puder mover o item para o lade de fora, deixe-o fora por alguns dias. CUIDADO: A luz solar também desbota a cor. Vinagre e água misturados podem neutralizar o cheiro também. Ao escolher um removedor de odor e manchas à base de enzimas, certifique-se que ele também contenha "bactérias benéficas". As bactérias vão ajudar a melhorar a remoção do odor e das manchas. Você não deve ter que esfregar usando bons produtos de limpeza à base de enzimas. É importante lembrar que você precisará saturar a área afetada, a fim de chegar a todos os cristais de ácido úrico deixados pela urina. Não economize no uso do produto. Você estará perdendo seu tempo e dinheiro! Se as manchas e odores são antigos, você pode até mesmo ter que aplicar um segundo tratamento. Fonte://wikihow