segunda-feira, 25 de julho de 2016

Higienização utilizando o aspirador de pó industrial



Limpeza, Higienização e Aspirador  de pó Industrial


A LIMPEZA e HIGENIZAÇÃO dos livros em uma biblioteca têm uma grande importância, pois ajudam evitar um prejuízo muito maior que podem danificar os livros para sempre.
Pois os insetos não avisam a hora que vão atacar os livros, como pouco se tem conhecimento destes problemas , quando vamos verificar os livros já estão contaminados e o processo para DESINFECTAR, LIMPAR, HIGIENIZAR e RESTAURAR os livros custam muito caro, mas havendo o cuidado de 2 (duas) vezes por ano fazer uma verificação ou uma (VISTORIA TECNICA) geral na biblioteca estamos evitando um grande estrago e ajudando dar mais vida para os livros

LIMPEZA DE LIVROS E DE PRATELEIRAS
Os livros devem ser mantidos limpos já que isto aumenta sensivelmente sua vida útil.
A sujidade é o agente de deterioração que mais afeta os documentos
Quando conjugada a condições ambientais inadequadas, provoca reações de destruição de todos os suportes no acervo.
Portanto, a higienização das coleções deve ser um hábito de rotina na manutenção de bibliotecas ou arquivos, sendo assim, podemos dizer que é conservação preventiva por excelência.
Isto aumenta sensivelmente sua vida útil.
A limpeza deve ser feita em intervalos regulares, com freqüência determinada pela velocidade com que a poeira se acumula nos espaços de armazenagem.
É importante assinalar que a própria limpeza pode danificar encadernações frágeis, que muitas vezes não resistem ao manuseio para limpá-las.
Neste caso, é preciso bom senso para decidir quando os livros podem e devem ser limpos.
Para reduzir a quantidade de poeira e impurezas que se acumulam nos livros e prateleiras, é necessário manter os pisos nos espaços de armazenagem o mais limpo possível, aspirando-os periodicamente.
Não é recomendável varrer, pois o pó tende a levantar e espalhar-se.
Os pisos devem ser lavados com o pano bem torcido e os carpetes (melhor não colocar carpete em bibliotecas ou sala com muitos livros) aspirados com o aspirador de pó industrial, sempre que necessário.
É, também, essencial tomar medidas preventivas para evitar que os livros das prateleiras mais baixas recebam respingos de produtos de limpeza.
A cera líquida pode ser usada na limpeza da biblioteca sempre observando o cuidado no uso, nunca levar o balde entre as estante deixando-o na entrada de cada corredor.
Nas prateleiras deve-se remover a poeira pesada com um aspirador de pó industrial provido de filtro, para evitar a recirculação do pó através do exaustor.
As acumulações grossas de poeira e sujeira às vezes exigem a lavagem das prateleiras com um sabão suave.
É necessário, entretanto, avaliar cuidadosamente os riscos que representam o transporte de água para os espaços de armazenagem, devido não só à possibilidade de derramamento, como ao aumento da umidade do ar provocado pela limpeza de muitas prateleiras de uma só vez num espaço confinado.
Também, devem ser tomados cuidados no sentido de que as prateleiras estejam completamente secas antes que os livros sejam recolocados, sobretudo se tiverem sido limpas com água.
O método mais simples é a remoção do pó e demais sujidades a seco, denominada higienização mecânica a seco.
Quando se faz a limpeza dos livros com uma flanela, é preciso fechá-los com firmeza.
Este procedimento consiste na remoção do pó das lombadas e partes externas dos livros com aspirador de pó, utilizando-se baixa potência, com proteção na sucção.
Para a limpeza das folhas utilizam-se trinchas, escovas macias e panos de algodão.
Uma limpeza mais eficiente e sem riscos poderá, deve ser feita com pó de borracha, que é aplicado em pequenas quantidades, fazendo suaves movimentos circulares sobre as superfícies desejadas.
Em seguida, deve-se removê-lo, com um pincel ou trincha que deverá ser manuseada no sentido de baixo para cima, direcionando todos os resíduos, para que seja feita a sucção existente na mesa própria de higienização de livros.

Se estiverem cobertos com uma camada pesada de poeira, pode-se usar um aspirador de pó industrial , não importa a marca, bastando não ser muito potente e com a utilização de uma peça com escova macia.
Deve-se, também, afixar um pedaço de tecido ou talagarça entre a extremidade da mangueira e a escova, para evitar que fragmentos soltos de capas deterioradas sejam sugados para dentro do aspirador de pó industrial .
Por esta razão, pode ser necessário reduzir a sucção do aspirador de pó industrial , que não deve ser usado diretamente em livros antigos e raros.
Para estes casos, recomenda-se o uso de uma escova de cerdas macias, varrendo-se a poeira para dentro da boca do aspirador de pó industrial.
Ao limpar os livros, é importante segurá-los firmemente fechados para evitar que a sujeira deslize para baixo, por entre as folhas.
Quando se passa a flanela ou a escova, o movimento deve ser no sentido do pé para a cabeça, para evitar que a sujeira penetre na guarda ou na lombada.
A parte superior do livro, geralmente a mais suja, deve ser limpo primeiro. Os panos de limpeza dos livros devem ser trocados freqüentemente, e os que forem utilizados para limpar as prateleiras nunca devem ser usados também para os livros.
A limpeza normalmente é feita com mais eficiência por equipes de duas pessoas, utilizando-se um carrinho de livros, flanelas e um aspirador de pó industrial.
A equipe deve trabalhar prateleira por prateleira, de cima para baixo, removendo os livros na ordem em que se encontram e colocando-os de pé no carrinho, apoiados por bibliocanto.
A prateleira deve ser então limpa.
O elemento estranho aos livros, como marcadores de páginas, tira de papel e flores prensadas, devem ser removidos para que a acidez não migre para as folhas, danificando-as.
Os clipes e outros prendedores danosos devem também ser removidos, para que não causem manchas ou marquem as páginas.
Serão identificados também os possíveis ataques de insetos, caso ocorram.

Cada livro deve ser limpo e, então, devolvido à prateleira.
Uma vez que a limpeza pode ocasionar danos aos livros, deve-se ensinar aos funcionários técnicas de manuseio cuidadoso, além de conscientizá-los da importância desta tarefa, que por ser tão básica e demorada é freqüentemente esquecida ou adiada.
A limpeza é, entretanto, fundamental para aumentar a vida útil das coleções.

Eliminando a poeira que causa atrito às páginas e à superfície das encadernações, atraindo insetos e tornando o ambiente propício à criação de fungos, os funcionários estarão contribuindo muito para a conservação dos livros.
Essa tarefa básica é, portanto, uma das mais importantes para a preservação das coleções.

Higienização de livros
Colocar o livro sobre a mesa ou capela.
Passar pincel trincha ou brocha de maciez adequada suavemente nos cortes.
Passar pincel trincha ou brocha no cabeceado, de dentro para fora.
Passar pincel ou trincha suavemente na contracapa, nas primeiras e últimas folhas, empurrando a poeira no sentido contrário ao operador.
Limpar página a página, quando o documento apresentar sujidade.
Passar trincha ou pincel bem próximo à costura, pois geralmente é onde há um maior acúmulo de sujidades.
Passar trincha ou pincel sobre a superfície da capa.
Passar uma fralda macia em toda a superfície da capa.
Após a higienização das páginas, deve fazer-se a oxigenação da obra, isto é,
folhear a obra várias vezes, o que proporciona a sua aeração.
Se a higienização for periódica, restringir a limpeza às quinze primeiras e às quinze últimas folhas.
 








Fonte://encadernacaodelivros.com

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Espante a alergia dentro de casa com auxílo do aspirador de pó industrial

Previna-se contra as doenças de inverno com ajuda do aspirador de pó industrial

As alergias podem ser desencadeadas por diferentes fatores, como: alterações climáticas, sedentarismo ou estresse, mas também podem surgir pelo contato com partículas e micro organismos que levam o nome de alérgenos. Por isso, os alérgicos, que já chegam a 35% da população brasileira, devem estar atentos a três importantes medidas para o controle destes problemas. O tratamento e a prevenção dos processos alérgicos consiste em um tripé terapêutico, através do controle alimentar, do uso de imunoterapia, mas sem esquecer de um criterioso e indispensável controle do ambiente, retirando de casa o que produz alergia.

O controle ambiental passa por diversas medidas que poderão auxiliar a exterminar os maiores vilões daqueles que tossem, espirram, se coçam e até respiram mal por causa dos quadros de alergias. Os maiores causadores destes sintomas estão presentes dentro de casa, ambiente mais poluído que frequentamos, como os ácaros, a poeira, o mofo e até alguns tipos de fungos. Sendo assim, determinados hábitos dentro de casa precisam mudar, pois algumas medidas irão diminuir a presença destes inimigos dos alérgicos do ambiente doméstico.

Segundo o Alergista e Imunologista, Coordenador Técnico do Projeto Social Brasil Sem Alergia, o Dr. Marcello Bossois, o controle do ambiente é responsável por uma significativa redução dos processos alérgicos, que pode chegar a 40%(quarenta por cento). “As mudanças na arrumação, limpeza e faxina do lar produzirão um ambiente que será menos alergênico, mais fácil de ser limpo e mais saudável para toda a família.”

Mantendo a alergia longe do quarto

Dentre os ambientes a serem cuidados, o quarto de dormir requer uma atenção especial, em virtude da grande quantidade de horas que as pessoas permanecem no mesmo. Além disto, a cama reúne condições excelentes (temperatura, umidade e escamação de pele humana) para o desenvolvimento de colônias de ácaro, fungos e mofo, elementos detestados pelo alérgico.

Uma das medidas de maior importância para o tratamento dos quadros de alergias é a forração dos colchões e travesseiros com um material impermeável, a vulcan napa impermeável ou PVC, pois as pessoas passam cerca de um terço de suas vidas em suas camas. Desta forma, as pessoas depositam pele descamada, alimento preferido dos ácaros, que penetra nos colchões e travesseiros, formando uma verdadeira fábrica destes bichinhos.

“Por este motivo, que a forração dos colchões e travesseiros é tão importante no processo de combate da alergia, já que desta maneira cria-se uma barreira entre o corpo e estes objetos. Esta forração evita a proliferação destes alergenos, pois os ácaros não terão mais seu principal alimento, a queratina presente na pele. Além disso, a barreira formada não mais permitirá que as pessoas inalem estes alergenos, tornando-as mais distantes do que as provoca alergia”, afirma Dr. Marcello Bossois.

Alguns objetos devem ser evitados na maior parte possível dos aposentos de casa, sobre tudo no quarto daqueles que já apresentam alguma alergia. Os pacientes que sofrem com alergias respiratórias como as rinites, bronquites, sinusites e faringites devem abolir de seus quartos cortinas de pano, carpetes, tapetes, cadeiras ou poltronas de pano, bichos de pelúcia e até evitar a presença de plantas no ambiente de dormir.

Outras providências podem ser tomadas para tornar o quarto um ambiente mais saudável e menos convidativo para os provocadores dos males das alergias. O acúmulo de jornais e revistas facilita a produção de poeira e ajuda o surgimento de mofo, o que deve ser evitado. O quarto deve ser bem arejado para manter o ar constantemente renovado e atrapalhar a vida dos alergenos.

Os alérgicos podem evitar ainda perfumes com odores muito intensos e outros irritantes respiratórios como tintas, ceras, removedores e produtos químicos. O cigarro tem que ter sua entrada barrada no quarto de um alérgico, pois a sua fumaça é uma grande provocadora de alergias no sistema respiratório. Os quadros e espelhos podem fazer parte de outros cômodos, mas não são bem-vindos dentro do quarto, já que estes dificultam a limpeza das paredes e contribuem para a presença de mofo.

“As persianas podem ser utilizadas no lugar das cortinas de pano com o objetivo de facilitar a limpeza e evitar o acúmulo de poeira. Para o combate dos insetos, os repelentes naturais como velas de andiroba e citronela podem substituir o uso dos inseticidas em aerosol. Mas, jamais, um paciente alérgico poderá utilizar um travesseiro de origem animal, seja de pena ou de pluma, pois ambos são ricos em queratina, o alimento preferido dos ácaros”, adverte o Coordenador Técnico do Brasil Sem Alergia.

Limpando as alergias

Na faxina, por exemplo, o procedimento tradicional do uso de vassouras e determinados produtos de limpeza deve ser modificado o quanto antes. Isso pois a vassoura é responsável por acabar levantando a poeira pelo ar, o que é péssimo para aqueles que sofrem com as alergias. Já alguns produtos de limpeza, assim como a vassoura, precisam ser abolidos nas casas dos alérgicos, uma vez que a maioria destes produtos agride a mucosa respiratória.

“No lugar da vassoura, que não é apropriada para a limpeza das residências dos alérgicos, deve-se trocar o seu uso pelo aspirador de pó industrial, pois desta forma a poeira não será espalhada. Após aspirar com o aspirador de pó industrial a sujeira, poderá ser utilizado um pano úmido para a retirada completa de toda a poeira, porém, no lugar de produtos químicos com cheiros mais fortes, a limpeza pode ser feita por meio de detergentes bio degradáveis ou álcool, produtos mais apropriados para os alérgicos”, comenta o Alergista.

O controle do ambiente também passa por mudanças na maneira de lavar as roupas. O amaciante de roupas e o sabão em pó comum também precisam ser excluídos das listas de compras, pois, no momento da lavagem, eles impregnam as roupas com substâncias que são nocivas às alergias. O sabão de coco nas apresentações líquida, em pó ou em barra pode substituir os amaciantes e o sabão em pó comum e manter a alergia longe de casa.

O que é o Brasil Sem Alergia?

Coordenado pelo médico, Dr. Marcello Bossois, o Brasil Sem Alergia é um Projeto Social que oferece gratuitamente a realização de diversos procedimentos de combate, controle e prevenção dos mais variados tipos de processos alérgicos e doenças ligadas ao sistema imunológico. Além do acompanhamento médico gratuito, a Ação Social realiza os testes alérgicos, gratuitamente, em toda população do Rio de Janeiro, além de oferecer a imunoterapia por um baixo custo, assumindo um papel muito importante no combate das doenças alérgicas.

Fonte://ecologianet.com

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Saiba as vantagens de usar aspirador de pó Industrial para fazer a limpeza da sua casa

Dicas de como usar o aspirador de pó industrial

Com todos os benefícios que a tecnologia nos proporciona, não dá para perder tempo fazendo uma limpeza cem por cento manual na casa. Muitos utensílios já se tornaram indispensáveis quando o assunto é manter a casa mais limpa com mais praticidade. Um deles é o aspirador de pó industrial . Se você ainda não tem um, descubra aqui as vantagens que só ele pode te proporcionar.
O aspirador de pó industrial é um item de muita necessidade na vida doméstica para manter o lar limpo e em ordem de maneira mais prática. Ele é capaz de alcançar partes que a vassoura não chega, limpando poeiras que até mesmo não vimos.
Outra vantagem deste utensílio é a manutenção de sofás e estofados, mantendo-os higienizados, de uma maneira que não é possível fazer manualmente.
Limpar a casa da maneira certa pode fazer bem para a sua família. Um ambiente com muita poeira, pode causar problemas respiratórios graves, e o uso da vassoura pode piorar ainda mais este quadro. O aspirador de pó industrial pode ser um grande aliado para cuidar do seu lar.
Mas você sabe escolher um bom aspirador de pó industrial ?
Para acabar com a dúvida,  te damos uma dica Aspirador Ghibli é perfeito para te acompanhar na limpeza da sua casa, do escritório e de qualquer outro lugar que precise de uma mãozinha na higiene. Confira as vantagens, e garanta o seu, aqui na Aspiradordepo.com!
Fonte://correta.com

segunda-feira, 11 de julho de 2016

limpeza fácil da casa com auxílio do aspirador de pó industrial

Truques e sugestões com ajuda do aspirador de pó industrial  que facilitam sua vida e poupam tempo na hora da faxina

Limpar a casa não é tarefa fácil. Exige muito esforço e tempo e, hoje em dia, a maioria das pessoas não tem um dia inteiro para dedicar à faxina. E como muita gente precisa diminuir o tempo gasto com limpeza, selecionamos algumas sugestões que facilitam a faxina da casa:
2. Mantenha sempre uma rotina de limpeza, assim fica mais fácil perceber qual é a forma mais rápida de organizar sua faxina. Você pode, por exemplo, sempre começar tirando o pó de todos cômodos e depois seguir com a limpeza líquida nestas áreas. 
3. Organize seus produtos de limpeza e guarde-os sempre no mesmo lugar. Na hora da limpeza, coloque todos os produtos que vai precisar em um balde ou outro tipo de container que você possa carregar pela casa. Desta forma, você evita ter que ficar buscando um produto diferente cada vez que for necessário.
4. Procure utilizar apenas a quantidade necessária de produto de limpeza. Em vez de exagerar no uso de um ou outro produto, tente usar o produto certo para cada tipo de sujeira e de superfície, diminuindo o risco de estragar pisos e outras superfícies por causa do exagero de produto químico.
5. O aspirador de pó industrial pode ser um grande aliado na faxina. Aspirar sujeiras antes de passar pano no chão facilita muito o trabalho e diminui boa parte do tempo de faxina. Quem tem problemas respiratórios deve evitar ficar varrendo para não subir o pó do chão e, nesse caso, o uso do aspirador de pó industrial é essencial.
6. Organize-se de forma que a cada limpeza você se concentre mais em um ou dois cômodos a da casa. Por exemplo, em uma faxina você cuida mais da cozinha, limpa a geladeira, organiza os armários e na próxima faxina você se concentra na limpeza dos banheiros. Deste modo, você se cansa menos e mantém os cômodos sempre bem limpos.
7. Sempre use panos e utensílios diferentes para determinadas partes da casa. Por exemplo, nunca use os panos de limpar banheiro para fazer a limpeza da cozinha e vice-versa. Assim, você evita contaminação. Uma boa dica para não se confundir na hora da limpeza é determinar cores diferentes de pano para cada parte da casa.8. Cuidado na hora de limpar cantos muito altos ou muito baixos. Evite ficar se torcendo para alcançar a parte mais alta de armários, em vez disso, use uma cadeira ou uma pequena escada bem firme. Quanto aos cantos mais baixos, o ideal é abaixar totalmente o seu corpo para melhor alcançar estes espaços.9. Outra dica para facilitar a limpeza da casa é nunca perder tempo esperando uma área secar ou o produto químico fazer efeito. Em vez de ficar parada, planeje a limpeza de modo que você sempre estará fazendo algo enquanto aguarda um produto fazer efeito ou algo do tipo.
10. Por fim, a dica mais importante de todas é sempre limpar imediatamente após sujar. Se caiu algo no chão ou alguém entrou com os pés sujos em casa, o melhor é limpar na mesma hora. Depois de um tempo, a sujeira seca e fica mais difícil de ser removida. Além disso, desta forma você mantém a casa sempre mais limpa e mais fácil de ser faxinada, sem deixar tudo para o dia da limpeza.
Fonte://dicasdemulher.com